Fera de Macabu - Carlos Marchi

quarta-feira, 9 de março de 2016

Relato do mais trágico erro da Justiça brasileira, ocorrido em meados do século XIX, em Macaé, no norte da província do Rio de Janeiro. O autor reconstitui o drama pessoal do fazendeiro Manoel da Motta Coqueiro, condenado à morte pelo assassinato de uma família de colonos em uma de suas propriedades. Carlos Marchi usa ferramentas de repórter para rastrear os vestígios da vida do fazendeiro em documentos obtidos nos arquivos oficiais, paróquias e cartórios do norte fluminense. Vítima de uma conspiraçao armada por seus adversários, Coqueiro teve dois julgamentos parciais e foi condenado à morte. Após sua execuçao, descobriu-se que ele era inocente e o imperador Pedro II, condoído por nao ter-lhe concedido a graça imperial, passou a perdoar cada vez mais condenados à morte, antecipando informalmente o fim da pena de morte no Brasil. Em Fera de Macabu, os fatos reais realçam o clima de um grande romance, repleto de intrigas, sonhos e tragédias.


Quando o Sr. Cláudio me indicou o livro, eu fiquei muito curiosa. Como a fila de prioridades só cresce, fui empurrando, até que me decidi e iniciei a leitura. Este é um livro jornalístico e histórico. Ler um caso real, não sei se o termo correto é mesmo "romanceado", mas relatado conforme realmente aconteceram, não é fácil. Tem que ter paciência, já que para entendermos os acontecimentos, as pessoas e a colocação de cada um dentro da sociedade da época, é realmente necessário esmiuçar. E este é bem o caso.
O porteiro Manoel Gonçalves Lima Vinagre aproveitou para ler pela primeira vez o resumo das acusações e a sentença, uma tradição dolorosa que a lei fazia obrigatória no rito das execuções: não bastava ao réu saber que iria morrer; em sua dolorosa e humilhante via crúcis, ele ainda tinha de ouvir isso incontáveis e insuportáveis vezes.
Poder partilhar como os fatos aconteceram, e os sentimentos de nosso imperador à ocasião de sua trágica decisão, é enriquecedora. Um livro sensacional, e que serve de vitrine para evitarmos os julgamentos precipitados. Se o nosso amigo Manoel da Motta Coqueiro tinha uma missão na vida, ele a cumpriu, pois a sua tragédia mudou a história da legislação brasileira. Recomendadíssimo.

Marchi, Carlos. Fera de Macabu, o maior erro da justiça brasileira. 

Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados