A garota sem passado - Michael Kardos

quarta-feira, 23 de março de 2016

Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história. Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento. Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.

Melanie cresceu sabendo qual era sua verdadeira identidade. Mas cresceu sabendo que sua vida  sempre seria limitada. Seja qual fossem as suas escolhas, ela nunca teria liberdade para fazer as escolhas que bem entendessem. Desde que seu pai assassinou sua mãe quando ela tinha três anos de idade, ela foi criada pelos tios postiços um uma cidadezinha escondida nos confins do mundo. Seu pai nunca foi preso, e constantemente ela era alertada pelos seus tios sobre os perigos dele descobrir a sua existência e querer voltar para terminar o seu crime quase perfeito. Agora com dezoito anos, ela aos poucos tentava se desprender desta prisão imposta pelos tios, sem internet, sem telefone, sem possibilidades... O que ela mais ansiava era poder se libertar, descobrir coisas novas, se descobrir. Até mesmo ficha na biblioteca pública ela era proibida de fazer, mas este era apenas uma das regras que ela quebrou. Aos poucos, ainda que minimamente, ela procurava driblar. Até que Melanie se descobriu grávida, gerando uma vida que tinha tudo para ser uma continuação da sua... sem perspectivas, sob a prisão do medo. É quando Melanie decide que o seu filho não seria mais uma vítima de seu pai. Pois se ele estava tentando encontrá-la, ela iria encontrá-lo primeiro e colocar fim ao seu eterno medo.
Ela lia os livros que pegava emprestados à noite, depois os escondia no armário ou embaixo da cama. Ir à biblioteca era como fugir de Notres Pass, e ler aqueles livros era fugir para ainda mais longe. (Pág.82)
Eu fiquei muito curiosa com o enredo do livro e logo quis ler. É aquele tipo de trama, onde em uma história você vai percebendo que não existe apenas um ou dois fios soltos, mas dezenas. Melanie conhece a sua história e conviveu com ela a sua vida inteira, mas é quando ela resolve viajar ao passado é quando ela vai se descobrindo de verdade. Ela descobre que não adianta criar expectativas antes da hora, e que a verdade é sempre mais dura quando vivida pessoalmente. Uma história instigante, tensa e chocante. Um livro cheio, para quem gosta de enigmas e finais dramáticos.

Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados