Encontrando-me - Cora Carmack

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

A maioria das garotas mataria para passar meses viajando pela Europa após a formatura da faculdade, sem responsabilidade, sem os pais e sem limite nos cartões de crédito. Kelsey Summers não é exceção. Ela está tendo o momento de sua vida... ou isso é o que ela continua dizendo a si mesma. É um negócio solitário, pois está tentando descobrir quem ela é, especialmente porque está com medo de não gostar do que pode encontrar. Nenhuma quantidade de bebida ou dança pode afugentar a solidão de Kelsey, mas talvez Jackson Hunt possa. Depois de alguns encontros casuais, ele a convence a fazer uma viagem de aventura ao invés de ficar bebendo. A cada nova cidade e experiencia, a mente de Kelsey se torna um pouco mais clara, e seu coração menos. Hunt ajuda a desvendar seus próprios sonhos e desejos, mas quanto mais ela conhece sobre si mesma, mais percebe o quão pouco ela sabe sobre ele.
Kelsey Summers sempre passou para as pessoas uma imagem de rica e desmiolada. Principalmente quando saiu viajando sem rumo pela Europa após a formatura. Ela entrava e saia de cada país em busca de algo que a preenchesse. Não eram apenas seus caprichos de jovem menina rica, mas buscava por algo muito mais profundo e que ninguém jamais imaginou. Sua alma era invadida por uma angústia sem tamanho devido à frieza e desinteresse dos próprios pais. E por isso ela se permitia viajar usando o dinheiro do pai, ao mesmo tempo em que optava por albergues como forma de atingi-lo. Para ela era cômodo deixar que as pessoas pensassem o que bem entendessem desde que não tentassem descobrir o que realmente se passava por baixo daquela carapaça. E nesta busca incessante por encontrar a si mesma, ela se entregava aos prazeres carnais, se entregando a qualquer homem que lhe interessasse, em uma rotatividade impressionante. Em um destes passeios, em uma boate em Budapeste, ela conhece Hunt. Um moreno lindo e atraente que a salva de um inconveniente. Ela logo se interessa por ele, mas ele acaba deixando bem claro não se interessar em atender aos seus caprichos. Irada pela rejeição, ela o despacha, mas no final das contas, novamente é socorrida por Hunt, e levada para o Albergue. Kelsey fica realmente mexida por aquele misterioso homem, que a cobre de atenção e cuidados, mas que deixa bem claro não se interessar em um envolvimento. Contrariada, Kelsey e Hunt acabam por firmar um acordo, onde ele lhe garante uma semana para que juntos viva uma grande aventura para serem lembrados, eles só não imaginam que as lembranças conquistadas ficaram marcadas de forma irreversível.
- Vou beijá-la, princesa. Mas não agora, não com você me mandando. Não até que isso seja apenas uma coisa que você queria eliminar da sua lista. Vou beijar você quando isso for importante. (Pág.131)

Este é o terceiro livro da série e conta a história de Kelsey, amiga de Bliss, do livro Perdendo-me. Eu estava meio desanimada com o livro devido à resenha pouco animadora, mas ainda disposta a concluir a série. O bom foi que por estar com a expectativa baixa, o livro me surpreendeu bem. Eu tive muita empatia com as angústias de Kelsey. Ela vive uma vida completamente vazia, sem que nada que fizesse a realizasse. Ela vivia se martirizando com lembranças amargas de sua infância e longe de esquecê-las e apenas recomeçando, é que seria possível deixar o passado no passado. Eu gostei da trama e recomendo.

Carmack, Cora. Encontrando-me. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2015.

Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados