Amor imortal - Ana Carolina KJ

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Após a morte de seu pai, Anna Bonnier tenta recuperar um pouco de sua felicidade ao viajar para uma estação de esqui com sua melhor amiga, Loreta. Entretanto, o que era para ser um simples passeio, acaba por se tornar um desafio sobrenatural. Anna conhece o enigmático Raziel e percebe uma forte conexão que vai além da realidade, sobretudo quando descobre que o sentimento que tem por ele atravessa os séculos. Aos poucos, a proximidade que constroem juntos traz novos riscos. O relacionamento amoroso que ela sempre desejou pode desaparecer de forma trágica, assim como o homem que abriu seu coração. Passado, presente e futuro caminham juntos nessa emocionante história de amor e sedução, em que a realidade é capaz de alterar, a qualquer momento, o destino de cada um deles.

Anna vive uma vida solitária após a morte de seu pai. Filha única perdeu a mãe ainda criança e foi criada pelo pai, um rico francês amante das artes. Educada para ser uma grande pintora, ela se dedica à pintura surrealista como única razão de seu viver, e estranhamente sua inspiração vem de sonhos que para ela não tem sentido nenhum. Durante uma viagem à Aspen, Anna conhece Raziel, um homem misterioso e envolvente, que abala seus sentidos, quase ao mesmo tempo em que conhece Erick e Marcos, apresentados por Loreta, sua melhor amiga.  Fascinada por Raziel, ela não sente a mesma simpatia por Erick e Marcos, mas aceita calada a pressão de Loreta, porém ela percebe que algumas circunstâncias de perigo têm se repetido e em todas elas ela é salva como por milagre. Anna acaba se entregando ao amor de Raziel, e imediatamente ela começa a desvendar mistérios que a cerca, alguns originados há muitos séculos, em várias vidas passadas.
Há muitos séculos Raziel tem sofrido pelo amor de Anna. Sua sina de amar e perder seu grande amor são um sofrimento interminável, mas sempre que ele tenta evitar que a vingança dos nefilins se concretize, ele não consegue e mais uma vez sofre sua perda e sua solidão através dos séculos. Novamente eles se reencontraram e o amor ganha nova oportunidade, mas novamente os nefilins estão dispostos a tudo, até mesmo travar uma guerra para que eles não fiquem juntos. Para que mais uma vez ele não seja obrigado a assistir a morte de Anna, Raziel irá sacrificar algo muito precioso, e também se afastar de Anna para garantir sua segurança. Mas Anna não se conformará com o desaparecimento de Raziel, principalmente porque Erick e Marcos irão retornar ameaçando Anna, e ela terá que correr em busca de respostas, e receberá auxílios inesperados.
Uma parte de mim estava desconfiada de Raziel, mas não sentia medo dele; pelo contrário, ele parecia confiável e por algum motivo me era familiar. (Pág.83)
Eu adoro romance envolvendo seres imortais. Para mim, a imortalidade não se trata apenas de sobrenatural, eu acredito realmente que esta é a nossa realidade, então eu vejo isso com naturalidade. Este livro é de autor nacional e me surpreendeu pela trama bem amarrada. Anna  vive uma vida solitária, mesmo com a presença constante de sua amiga Loreta. Ela ainda sofre a perda do pai, e se apaixona fácil por Raziel. O romance dos dois é longevo e proibido, já que vive sob constante ameaça, ao mesmo tempo sólido e belo.  O romance me envolveu e li o livro rapidamente. E adoro livros assim, com escrita fluida.

KJ, Ana Carolina. Amor imortal. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2015.

1 Comentário:

Ana Carolina Kherlakian Jadão 16 de janeiro de 2016 12:43  

Obrigada pela linda resenha. Adorei o seu blog. beijos

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados