O lado bom da vida - Matthew Quick

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.
Pat é um professor de matemática que passou quatro anos internado em uma clínica psiquiátrica, mas que para sua alegria ou infortúnio, não se lembra de nada. A sua única lembrança é que está passando um tempo separado de Nikki, sua esposa e grande amor. Seu dia-a-dia é fazer atividades físicas por horas, somente para se enquadrar nas preferências de Nikki, e também ler os livros citados por ela, durante o casamento. Cansada de ver a situação do filho, sua mãe o tira da clínica e o leva para casa, o que o deixou satisfeito por estar livro daquele lugar ruim. Na casa dos pais, sua rotina teve poucas mudanças, a única condição para sua liberação da clínica, era frequentar um terapeuta, e, portanto ele conhece o excêntrico Dr. Cliff Patel. Com sua nova rotina familiar, Pat acaba se reaproximando de seu irmão, e aos poucos eles vão retomando a relação fraterna de antes, o companheirismo para juntos, torcer pelo time do coração, já que toda a família é vidrada por futebol americano. Pat só espera pelo fim do tempo separado de Nikki, para retomar o seu casamento, sem saber que há muito tempo não existe mais casamento. Ele só sabe que alguma coisa aconteceu, já que toda a sua família nem toca mais no nome de sua esposa, e todos evitam falar qualquer coisa sobre o que realmente aconteceu durante os últimos quatro anos. Durante sua recuperação, ele também se reaproxima de Ronie, um velho amigo, e conhece sua cunhada Tiffany. Tiffany é uma jovem que ficou viúva recentemente e não se recupera do trauma de sua perda. Ela também tem suas manias, e passa a seguir Pat em sua rotina diária de corridas ao ar livre. O inusitado é que nenhum dos dois troca uma palavra. Ela sempre fica de pé na esquina esperando ele sair, e assim que ele passa correndo, ela o segue em silêncio, e assim vão até o fim. Pat vai aos poucos se reintegrando no cotidiano dos familiares, mesmo com suas limitações, mas consciente de que se falhar, terá graves consequências.
Não quero ficar no lugar ruim, em que ninguém acredita no lado bom das coisas, no amor ou em finais felizes... (Pág.8)
Este livro sempre me interessou, mesmo sem saber o motivo. À primeira vista, a sinopse não nos diz nada motivador, mas eu estava curiosa assim mesmo. Por isso, aproveitei uma promoção e deixei-o ali na estante, esperando o momento. Até que Alice o escolheu para mim, para a leitura de outubro. No início não tem muito o que se dizer, pois temos informações picadas dos acontecimentos que provocaram a internação de Pat. Mas são suas atitudes que mais nos surpreende. Mesmo após tanto tempo internado, isolado do mundo, ele não perde o otimismo de que tudo é somente uma fase e que logo volta a ser como era antes, criando expectativas sobre questões que não tem mais volta. Aprendemos que devemos ter cuidado com os julgamentos, não sabemos o que a outra pessoa passou ou está passando, pois a verdade pode ser bem mais dolorosa.

Quick, Matthew. O lado bom da vida. Rio de Janeiro: Intríseca, 2012

1 Comentário:

Postando Trechos 29 de novembro de 2015 09:49  

Esse é um dos meus livros queridos. Não tanto, mas gostei muito da leitura dele. O filme me decepcionou 100%.

Seguindo o blog!
Beijos,
http://postandotrechos.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados