A primeira chance - Abbi Glines

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Quando o pai roqueiro de Harlow Manning sai em turnê, ele a envia para Rosemary Beach, na Flórida, para viver com sua meia-irmã Nan. O problema: Nan a odeia. Harlow tem que manter a cabeça para baixo, se ela quer passar os próximos nove meses em paz. Isso parecia ser fácil... Até que o lindo Grant Carter sai do quarto de Nan. Grant cometeu um grande erro em se envolver com uma garota com veneno nas veias. Ele sabia sobre a reputação de Nan, mas ainda sim não conseguiu resistir a ela. Nada faz ele se arrepender da aventura mais do que seu encontro com Harlow, que o deixa com o pulso acelerado. No entanto, Harlow não quer ter nada a ver com um cara que poderia se apaixonar por sua meia-irmã malvada. Mesmo não existindo amarras entre Grant e Nan. Grant está desesperado para se redimir aos olhos de Harlow, mas ele arruinou suas chances com ela antes mesmo de conhecê-la...
Harlow é filha ingênua de um lendário astro do rock e mesmo vivendo em um ambiente desregrado e repleto de luxúria, ela conseguiu se manter livre e protegida em sua pequena bolha. Diferente de seu pai, que teve três filhos com três mulheres diferentes. Mase é seu irmão querido. Ele vive no Texas com sua mãe e padrasto que o adora. Eles convivem desde criança, quando sua avó a mandava para passar férias com ele. Já com Nan as coisas são o extremo do ódio e do rancor. Elas só descobriram a pouco tempo a sua verdadeira paternidade, e Nan se rói de ciúmes de Harlow que é a favorita do papai. E a convivência irá piorar ainda mais quando Harlow se mudar para Rosemary Beach e se tornar impossível se manter afastada de Grant. No passado ele foi apaixonado por Nan, mas quando percebeu que ela apenas gostava de usar as pessoas conforme suas necessidades e depois as descartar, ele desistiu de vez. Principalmente após conhecer Harlow, tão doce e linda. Após um breve envolvimento, Grant se viu às voltas com a perda de um grande amigo, que o fez repensar suas relações e a dor da perda, resultando no afastamento de Harlow. Agora que ela está morando com Nan em Rosemary Beach, ele vê suas convicções estremecidas, principalmente com a intensidade da atração entre eles e a preocupação de protegê-la da megera da irmã. É quando Grant percebe a burrada que fez e vai ter que correr pra corrigir e reconquistá-la. É claro que Harlow não vai facilitar em nada, pois mesmo que ela viva no ambiente do seu pai, ela sempre se manteve segura em seu quarto com seus livros, mas é impossível negar que com Grant ela conheceu o amor. Mas não vai ser fácil esquecer que o reencontro dos dois foi na cozinha de sua casa, com Grant apenas de cueca após uma noitada com Nan.
Amigos. A palavra parecia vazia. Se Harlow me perdoasse, conseguiríamos ser apenas amigos? Como olharia para ela sem me lembrar de como foi bom tê-la nos braços? Será que estava pedindo algo impossível? Eu não queria sair de Rosemary. Droga, não podia sair de Rosemary. Alguém precisava garantir que Harlow sobrevivesse com Nan. (Pág. 55)
Mais um romance bem hot pra contar a saga de Grant e Harlow. Impressionante como estas mocinhas puras e ingênuas aprendem rápido. Grant não dá mole, mas marca gol contra e depois tem que correr atrás do prejuízo. Aqui vislumbramos também a vida de Rush e Blaire, Della e Woods, Beth e Jace. E Nan também, é claro. Ela continua a mesma intragável mimada e está merecendo um livro só dela, onde ela vai ter que sofrer o inferno por um amor bem difícil,  para se redimir. Eu gosto do estilo de romance hot, acho que é uma fórmula que não tem erros, exceto por ter um final inesperado onde iremos sofrer até o lançamento da sequência.

Glines, Abbi. A primeira chance. São Paulo: Arqueiro, 2015.

 

2 Comentários:

Fernanda Assis 6 de novembro de 2015 10:00  

Ei Márcia

Eu gostei da história deles, tbm estranhei a Harlow ficar tão desinibida sexualmente do anda. Mas achei que o enredo teve tanto furo, achei tanta coisa sem noção rsrs.
Por isso não curti tanto.
Não sei se dou conta de ler um livro da Nan kkk
bjs

Fabrica dos Convites 15 de novembro de 2015 21:04  

Oi Márcia, este foi o casal que mais gostei desta série, talvez por não ter tantas discursões e por Grant defender a Harlow. Agora como você disse, é esperar pela continuação...
Bjs, Rose.

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados