A essência divina do amor - Eduardo Rossatto

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

A essência divina do amor - Orlando e Frederico são muito amigos. Cego pela inveja, Orlando, num acesso de fúria, mata o amigo, que era casado com Ana e com quem tinha um filho. No futuro, André e Clara, os amantes reencarnados, terão de enfrentar muitos desafios para provar que seu amor é verdadeiro e ultrapassa o tempo e a vida terrena. Caberá a Bernardo, o espírito reencarnado de Orlando, saldar suas dívidas com a existência passada.
 Clara e André se apaixonam perdidamente, porém a diferença social fala mais alto naquela década de 1930. André é filho de um rico empresário, que também tem um pensamento extremamente arrogante quanto à pobreza, e Clara é muito pobre. Ela precisa trabalhar para se sustentar, mora em um cortiço com o irmão, é uma jovem humilde, mas muito carinhosa. Apaixonada e confiante de que André é seu grande amor, ela acredita em suas promessas e vive com ele muitos momentos de amor e intimidade. André até a apresenta à sua irmã Vera e uma amizade sincera nasce entre as duas. Mas quando o pai de André o ameaça  deserdar, ele que não tinha muito apreço pelo trabalho e gostava da vida mansa, termina tudo com Clara, deixando-a desesperada e grávida. Dias difíceis se descortinam na vida de Clara, já que naquela época era uma vergonha ser mãe solteira, ela perde o emprego e passa a depender do irmão. Nesta mesma época ela conhece Bernardo, um rapaz que teve uma grande decepção e também por uma violência e é salvo por Clara e o grupo que ela colaborava na sopa dos carentes. Bernardo acaba indo morar com Clara e Vinicius, irmão de Clara, no cortiço. E com sua generosidade, Bernardo assume o filho de Clara e André, salvando-a de uma humilhação maior. Muitos caminhos a serem percorridos e muitas lutas para serem enfrentadas, mas com fé e perseverança, a verdade se fortalece.
Estranhos e insondáveis são os laços que unem e desunem os seres humanos. Profundas e misteriosas são as razões pelas quais agimos desta ou outra maneira. (Pág. 132)
Em uma bela lição de amor e amizade que viaja nos séculos buscando o perdão, aprendemos que tem situações no qual passamos e que são necessárias ao nosso crescimento. Mas a lição mais importante de todas é o perdão, e principalmente perdoar a sim mesmo.  Compreender que somos responsáveis por nossas escolhas e sujeitos ao resultado originado de cada uma delas. E este livro nos desperta para pensarmos em tudo o que nos rodeia, nas nossas atitudes e em como podemos fazer para melhorarmos. 

Rossatto, Eduardo. A essência divina do amor. São Paulo: Petit, 2015.


Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados