Eu te darei o sol - Jandy Nelson

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Eu te darei o sol - Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia. Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém. Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.
Noah e Jude são os gêmeos mais diferentes que se possa encontrar. Jude é como o sol, loura e exuberante, calorosa e corajosa. Ela era a garota popular da escola, cheia de amigos aos treze anos de idade, enquanto que Noah era extremamente o contrário: tímido, cabelos negros como o da mãe, medroso e totalmente antissocial. Para Noah, Jude era a luz e ele a escuridão. A mãe era a maior incentivadora dos filhos talentosos, Jude em escultura e Noah na pintura. Para ela muito amante das artes, o talento dos filhos era insuperável e sempre os incentivava. Só que esta atenção da mãe acabava por provocar uma competição entre os irmãos e Jude era a que mais sofria, já que para ela, a mãe só se importava com Noah. Noah era o centro das atenções da mãe, a ponto de que, em uma visita ao museu, esqueceram Jude para traz ao voltarem para casa, e estas pequenas demonstrações de favoritismo foram deixando Jude cada vez mais ressentida com a mãe e com o irmão e por isso ela foi também se aproximando cada vez mais do pai. Enquanto Noah tinha ciúmes de Jude com o pai, já que era ela que não tinha medo do mar e sempre fazia companhia ao pai para surfar, Noah tinha aversão mesmo querendo muito ser companheiro do pai. Com estas pequenas coisas foram-se desenvolvendo uma rivalidade entre os irmãos que chegou ao ápice em uma tragédia que abalou fortemente toda a família, chegando ao ponto de inverter a posição das coisas e separando os irmãos que sempre acreditaram dividir a mesma alma.
É isso o que eu quero: quero pegar meu irmão pela mão e voltar no tempo, descartando os anos como se fossem casados que caem de nossos ombros.
As coisas não acontecem como você imagina. (Pág.63)

Este é o primeiro livro desta autora, mesmo já ter visto inúmeras recomendações para O céu está em todo o lugar. É claro que peguei o livro com muita expectativa e no principio achei a leitura extremamente morosa e por isso fiquei até com um medinho. Mas passado o primeiro capítulo, a história foi delineando um novo rumo. Cada capítulo é sob o ponto de vista de um dos irmãos, sendo que para Noah foi no período de 13-14 anos e para Jude aos 16, ou seja antes e depois da tragédia que marcou dolorosamente a vida de ambos. Os acontecimentos são narrados de forma que a dor de cada um seja exposta cruamente até o ponto em que os fatos se revelam. Vemos que mesmo em família, ainda que uma pequena família, as mágoas podem ferir profundamente e que o perdão é importante, mas principalmente não só perdoar o próximo, mas também a si mesmo. Porque às vezes procuramos culpados sem perceber que o inimigo também está dentro de nós. Devemos buscar a lutar contra nossos demônios, nos perdoar e sabermos dar o primeiro passo, pois o perdão é também uma libertação. Apesar de não ser uma leitura muito fluida, é uma linda história de amor familiar, perdão e reconstrução de si mesmo. Os capítulos por serem alternados sob o ponto de vista de cada um deles, acabam sendo extensos, o que eu acho um pouco cansativo, mas valeu a pena, é uma bela história e eu recomendo.

Nelson, Jandy. Eu te dare o sol. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 2015.


1 Comentário:

Lia Christo 22 de julho de 2015 09:53  

Oi Márcia, tudo bem?
Eu ainda não li este livro, mas tenho escutado muito elogios sobre ele.
Gostei muito da sua resenha. Sincera e nos dando o ponto exato do que esperar da história.
Já seguindo aqui e nas redes sociais.
Bjus
Lia Christo
www.docesletras.com.br

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados