Desencanto - Dario Sandri Jr

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Desencanto - Em Desencanto, o Espírito Félon narra a história de Laura, uma jovem italiana do século XIX que segue seus sonhos voluntariosamente, eum um mundo convulsionado por graves mudanças sociais e políticas. Sem ter consciência das tramas do passado e ignorando as advertências do destino, Laura se vê ás voltas com realidades insuperáveis e cai vítima de suas prórpias escolhas. A tentativa dos mentores espirituais para salvar essa encarnação, aparentemente perdida, é o pano de fundo de uma história de amor, guerra, romantismo, ganância e impiedade.
Séculos de ódio é o que une os espíritos Vênus e Pôlux. Em uma derradeira tentativa de desfazer este nefasto sentimento, eles são conduzidos a uma reencarnação compulsória. Laura é uma jovem que nasceu em uma família de três irmãos, em função disto é a querida do pai, o comendador Giácomo Gualfrani. Por ter ficado viúvo cedo e também perdido um de seus filhos afogado, Giácomo era extremamente protetor com sua filha Laura e por consequência ela cresceu mimada e arrogante. Para Giácomo, sua palavra era lei, seus filhos lhe tinham obediência, mesmo não concordando com sua opinião e por muitas vezes acabavam ocultando suas ações de seu pai. A pedido do padre, Giácomo dá abrigo a Franco Pina, um jornalista perseguido político, mesmo contrariado. Conhecedor da alma humana, logo ele percebeu que Franco era um espertalhão oportunista, e deixou bem claro que este deveria ficar longe de seus filhos e principalmente de Laura. Sua intenção era casar Laura com Étore, filho de seu melhor amigo que faleceu recentemente. Étore e Laura se antipatizaram no primeiro encontro, ela logo identificou nele o seu lado afetado e ele descobriu que Laura não era mais pura e que estava de relacionamento com o jardineiro. Desesperada e com medo das retaliações, Laura rouba o próprio pai e foge com Franco Pina para os Estados Unidos, cega de romantismo e ilusões, decisão que ela irá se arrepender por muitos anos na sua vida e pelo qual irá derramar um mar de lágrimas.
Todo drama humano quase sempre é consequência de escolhas deturpadas pelo orgulho e pela ignorância da realidade. Não é raro o homem culpar a sua estrela ou a má sorte por desastres que estavam, na verdade, sendo manipulados por suas próprias mãos. (Pág.159)
Ler um romance espírita com este nível de ensinamento é uma sorte. Aprender sobre o amor e o perdão em uma linda história é muito mais do que um prazer. Somos produtos e vítimas de nossas escolhas, e precisamos sempre olhar para as consequências daquilo que escolhemos, cientes que somente colheremos o que plantarmos.

Fénelon, espírito. Psicografado por Dario Sandri Jr. Desencanto. São Paulo: Editora Aliança, 2009.

Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados