Para Sir Phillip, com amor - Julia Quinn

sexta-feira, 13 de março de 2015

Para Sir Phillip, Com Amor - Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. 
Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. 
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar? 
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços. 
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro. 
A sua vida inteira Eloise acreditou que seria uma solteirona, principalmente após recusar seis pedidos de casamento. Mas como ela tinha sua amiga Penélope que nunca tinha recebido nenhum, ela se sentia feliz, pois mesmo na solteirice ela contaria com sua melhor amiga... Até que seu irmão Colin pede a mão de Penélope e eles se casam. Até então Eloise não tinha tido a necessidade de partilhar sua vida, pois para ela, ela se bastava. Eloise decide então aceitar o convite de Phillip, um baronete que vive um pouco distante de Londres, foi casado com sua prima em quarto grau e que ficou viúvo há um ano. Desde que soube do falecimento de sua prima, ela que tinha verdadeira paixão por escrever cartas, escreveu uma para Sir Phillip prestando suas condolências. Phillip que vivia uma vida reclusa correspondeu àquele delicado gesto e desde então os dois se correspondiam com regularidade. Após algumas cartas Phillip convida Eloise para que ela se hospede na casa dela, e que caso eles deem certo, pedi-la em casamento. Como isto em mente, Eloise foge de casa sem comunicar a ninguém o seu paradeiro, nem mesmo ao seu anfitrião que se surpreende com sua inesperada chegada. Mas surpresa mesmo fica Eloise ao descobrir que Phillip tem dois filhos, um casal de gêmeos de oito anos que toca o maior terror a todos que vão trabalhar na casa, e não fazem diferente com ela. Eloise e Phillip descobrem que a personalidade de ambos é um pouco mais forte do que demonstrado nas delicadas cartas trocadas: ela é atrevida e fala o que pensa na lata sem medir as palavras e ele é um recluso inveterado que deixa os próprios filhos entregues aos empregados apenas para não ter nenhum trabalho e não ser perturbado em seus experimentos botânicos. Mesmo assim eles estão dispostos a se dar um tempo para se conhecerem e decidirem ou não pelo enlace, principalmente porque Eloise percebe-se angustiada com a decisão de se casar, já que o encontro dos dois está muito longe de ser arrebatador, conforme ela imaginava. Porém um acontecimento irá virar tudo de cabeça para baixo: seus quatro irmãos descobrem seu paradeiro e chegam para resgatá-la e agora ela terá que escolher por bem ou por mal.
Queria apagar aquele olhar aflito de seu rosto, queria ajuda-lo a cicatrizar suas feridas.
Queria fazer de Phillip a pessoa que sabia que ele era. (Pág.126)
O que se deve dizer de um romance que me sentir várias emoções diferentes? Me fez dar risadas com presepadas de personagens tão queridos e sedutores, me fez chorar com sentimentos tão fortes que me inundaram e que me fez sorrir, docemente, com uma linda história de amor. Eloise é uma mulher que passou da idade de casar, mas que não está nenhum pouco preocupada com o assunto. Ela está à frente do seu tempo e faz o que gosta: escrever cartas. Curiosa e inquieta, ela nos diverte ao bater de frente com Phillip, os gêmeos e até mesmo seus irmãos, e também nos emociona com sua maturidade e determinação. Uma história deslumbrante que também vai te emocionar.


Quinn, Julia. Para Sir Phillip, com amor. São Paulo: Arqueiro, 2015.


Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados