De repente Ana - Marina Carvalho

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste. Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação. Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama. Muita gente está interessada no seu fracasso.
Ana está in love com Alexander. A vida para ela não poderia estar mais perfeita, com um namorado apaixonado, um pai carinhoso e literalmente uma vida de princesa. Ela trabalha para a embaixada e também com as crianças do orfanato, e com isto ela considera que leva uma vida realizada e feliz. A única infelicidade até o momento é mesmo Alex, mesmo muito apaixonado nunca fala em casamento, em momento algum, mas enquanto isto ela continua seu romance de contos de fadas, feliz da vida. Durante sua passagem pelo Brasil para umas merecidas férias, Ana é surpreendida com a notícia de que o helicóptero que levava seu pai havia caído e que este se encontra hospitalizado em estado grave. Ana se desespera. Tantos anos para conhecer o pai, e foi tão fácil amá-lo e agora o destino brinca com seus sentimentos quando coloca em risco a sua vida. Um rei, um homem tão forte e generoso. Realmente não era justo. Ela não suportaria perdê-lo tendo convivido tão pouco tempo com ele. Agora ele se encontrava em coma e só lhe restava orações. Mas infelizmente para Ana, a sua condição de única filha e herdeira lhe reservava surpresas desagradáveis. Diante do futuro incerto do rei, a nação não poderia ficar sem um governante por um dia sequer. Ela deveria ser imediatamente proclamada governante da Krósvia por tempo indeterminado. E para isto ela deveria contar com o auxílio de Ivan, assistente de confiança do seu pai e irritantemente pegajoso, que estava disposto a não arredar o pé do seu lado para evitar que ela cometesse alguma gafe, e que agora determinava cada passo e cada suspiro que ela deveria dar. A vida de Ana se transformou em um turbilhão. Como se não bastasse seus compromissos reais, seus encontros com a alta cúpula política em que ela tinha que tomar todo o cuidado possível para não fornecer argumento para uma destituição do seu cargo, ela não encontrava mais tempo para sua vida pessoal, assim como para seu namorado Alex, que estava corroendo de ciúmes pela companhia constante de Ivan. E para completar as nuvens negras que lhe cercavam, a Nome de Cachorro, ex de Alex voltou ao país e estava louquinha para aprontar algumas. Mas Ana também não é boba e vai ter que dar um jeito de enfrentar todas as feras que lhe cercam agora.
A verdade era que, de qualquer modo, eu estava frita. Não compreendia política o suficiente para administrar uma nação. Como se não fosse o bastante, eu começava a sentir que a pouca liberdade que me sobrara acabaria reduzida a... nada. (Pág.94)
Este é o livro continuação de Simplesmente Ana, e assim como anterior continua adorável. Eu gosto muito do estilo da escritora, que nos prende com uma escrita fluida e em um bom ritmo. A história é fofa, Ana é divertida e passa por alguns revezes neste livro, que nos encanta ainda mais, pois longe de ser a Princesinha, filhinha de papai, fútil e vazia, ela demonstra ser determinada e não leva desaforo para casa, mesmo diante de assessores e conselheiros que a tiram do sério. Neste livro temos a novidade de capítulos pelo ponto de vista do Alexander, o que nos permite ver as pequenas loucurinhas de Ana sob o seu ponto de vista, e também conhecermos seus reais sentimentos em relação a princesa. Um romance leve e divertido que eu recomendo a todos.

Carvalho, Marina. De repente Ana. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014.


1 Comentário:

Greice Blogando Livros 4 de novembro de 2014 18:11  

Eu terminei há pouco de ler Simplesmente Ana e amei demais! Não sabia que a escrita da autora era tão gostosa e faz a leitura correr! Agora vou ler a continuação e sei que vou adorar também. Mas você viu que agora ela está lançando outro livro só que por outra editora? Não me lembro bem qual é. E se chama filha da Princesa. será que é continuação?

Greice Negrini

Blogando Livros
www.amigasemulheres.com

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados