Seis anos depois - Harlan Coben

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Depois de seis anos, Jake quase que levava uma vida normal. Um jovem professor universitário respeitado no mundo acadêmico e querido por seus alunos, ele quase não se lembrava mais do grande amor de sua vida, Natalie. Quase. Ainda doía o abandono de seis anos atrás, mas ele respeitava a sua decisão. Foi ela que quis assim, desistir do seu amor em troca do ex, e ainda o convidou para a cerimônia matrimonial. É, foi mesmo cruel, mas determinado como ele era, só mesmo presenciando este enlace, é que ele seria capaz de desistir dela para sempre. Apesar de toda a estranheza do momento, ele foi obrigado a aceitar, pois acima de tudo ele a amava e queria mesmo que ela fosse feliz com a escolha que fez, sem hipocrisias, mesmo depois de ela pedir para que os deixassem em paz e nunca mais a procurasse. Agora, passados seis anos a situação muda drasticamente de figura. Todd, o marido de Natalie está morto, assassinado. Incapaz de se conter, Jake resolve ir ao funeral e prestar suas condolências e saber como estava Natalie depois dos seis anos. Tudo o que ele sabia era o que estava no obituário: que o falecido havia deixado esposa e dois filhos. Chegando à pequena cidade, ele espera escondido até a saída de todos da capela e surpreso descobre que a viúva é outra pessoa, inesperadamente um mistério se forma: Todd era casado com outra mulher e tinha dois filhos adolescentes. E como ficava Natalie nesta história? Ele tinha certeza de que assistiu o casamento dos dois. Inconformado ele pede ajuda de uma colega de faculdade para investigar o paradeiro de Natalie e é mais uma vez surpreendido com a notícia de que Natalie Avery simplesmente não existe em nenhum banco de dados, e se algum dia ela existiu, simplesmente desapareceu. Intrigado ele começa a investigar este mistério que a cada dia o consome. A cada novo fato, mais incompreensível se torna todo o mistério, principalmente quando ele recebe um enigmático e-mail que dizia apenas:
Você fez uma promessa.
E a partir de então sua vida, antes pacata e discreta sofre uma drástica transformação e ele se vê obrigado a lutar por sua vida e descobrir onde se encontra a verdade, principalmente porque todas as evidências de seu relacionamento com o amor de sua vida foram apagadas.
-Prometa, Jake. Prometa que vai nos deixar em paz.
Essas foram as última palavras que o amor da minha vida me disse. E ali estava eu, seis anos depois, voltando ao lugar onde tudo começara, quebrando a promessa. Esperava encontrar alguma ironia nisso, mas não. (Pág.55)
Eu não me permito ignorar um bom e intrigante mistério e quando li a sinopse deste livro minha mente curiosa já ficou louquinha de vontade pra descobrir. A trama é muito bem construída com um enredo sólido e bem montada. O sofrimento de Jake é realmente de cortar o coração, pois podemos quase que tocá-lo. A rede de intrigas e mistérios é praticamente um labirinto que nos deixa tontos com as voltas que a trama dá. Uma leitura intrigante e perfeita para dar aquela quebra no quotidiano. Recomendadíssimo.

Coben, Harlan. Seis anos depois. São Paulo: Arqueiro, 2014.

Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados