Se eu ficar - Gayle Forman

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.

Mia é filha de um roqueiro, mas descobriu ainda bem pequena o seu amor pela música clássica. Na contramão do estilo familiar, aos dezessete anos seu sonho é ser admitida na maior faculdade de música do mundo: Juilliard. E ao que tudo indica seu sonho será realizado e consequentemente ela se afastará do seu namorado e grande amor Adam. Mas infelizmente agora Mia está presa. Após um trágico acidente de carro, toda a sua vida é alterada por uma trama do destino e agora ela está presa entre a vida e a morte, observando os acontecimentos e sofrendo. Ela não sabe como sair dali e assiste toda a reação de sua família, sofrendo com seus sofrimentos e com a sua incapacidade de sair desta situação. Toda a sua vida começa a passar por sua mente, todos os momentos em que precisou tomar uma decisão que iria alterar sua vida. E agora ela também tinha que tomar uma decisão. A mais importante de todas.
E é enquanto reflito sobre isso que penso sobre o que a enfermeira disse. É ela quem comanda o show. E, de repente, entendo a pergunta que vovô fez à vovó. Ele também tinha ouvido o que a enfermeira disse. E compreendeu a mensagem antes de mim.
Se eu ficar. Se eu viver. A escolha é minha. (Pág.75)

Eu fiquei muito ansiosa para ler este livro. Os comentários gerais eram extremamente empolgantes e muito se falou na emoção da história. O livro também veio até com caixinha de lanço e eu já preparava o meu espírito para a avalanche emocional que me era prometido. Dediquei o domingo ou grande parte dele na minha leitura e mergulhei de cabeça. Mas não chorei! Eu que choro lendo até bula de farmácia, não chorei com Se eu ficar. O livro é bom, não me entendam mal, mas me extraiu nenhuma lágrima sequer. Torci muito pela Mia e estou torcendo até agora após a conclusão do livro, já que não é segredo que o mesmo tem sequência ainda não lançada. Apesar de não gostar de ler a degustação do próximo livro, dei uma folheada bem por alto, mas não me revelou muita coisa, portanto a expectativa do próximo até aumentou. A carga emocional do livro é realmente intensa e em alguns momento foi quase, mas fiquei na trave. Agora é sentar e esperar para ver o que acontece. Leiam e me contem as suas impressões.
Forman, Gayle. Se eu ficar. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014.

Read more...

Treze almas - Marcelo Cezar

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O incêndio no Edifício Joelma, em 1974, deixou cerca de duzentos mortos e um mistério: treze pessoas, encontradas carbonizadas em um dos elevadores, jamais foram identificadas e seus corpos nunca foram reclamados por seus parentes. Enterradas no Cemitério da Vila Alpina, em São Paulo, seus túmulos passaram a receber a visitação pública e acredita-se que suas almas realizam milagres. Será mesmo verdade? Por meio desta surpreendente trama, conheça a história de Lina, uma das treze almas.
Lina só tinha quatorze anos quando seus pais, desesperados com a fome no sertão, resolvem ir embora a busca de novos horizontes. Desde jovem ela já tinha a sensibilidade aguçada, e em um sonho ela recebe a visita do espírito de sua vizinha Bibiana, uma mulher muito bem quista e que tinha um carinho enorme por ela. Bibiana a orientou a buscar um pequeno pacote em sua antiga residência e que o guardasse. Durante a viagem eles acabam se deparando com um bando de desviados que acabam por matar sua família, mas poupando-a para abusarem dela mais tarde. Corpo jovem, mas com um espírito guerreiro de muitas vidas, ela acaba por mata-los e escapando deste vil destino. Na estrada ela se encontra com um viajante que por ali passava e que lhe presta socorro. Sr. Aderbal a leva para sua residência em Teófilo Otoni e convence sua esposa, que ainda sofre a perda de sua jovem filha, a acolher a pobre Lina. Com jeitinho ela acaba por conquistar a dura Eugênia, assim como Melissa, afilhada muito amada por Eugênia, principalmente após a perda da filha. Melissa e Lina vibraram na mesma sintonia desde o início. Quem as visse achava que eram irmãs de tão unidas. Melissa já era uma jovem mulher de dezoito anos e vivia com a mãe e o padrasto em Belo Horizonte, mas esta convivência não lhe era salutar, uma vez que seu padrasto Jurandir era um tremendo de um malandro que explorava sua mãe cega de amor. Devido às circunstâncias, Melissa se muda definitivamente para a casa de sua madrinha e é nesta nova família é que ela encontra a paz. Lina também foi abençoada encontrando uma família que desde o início a acolheu, mesmo que com alguma resistência de D. Eugênia no início, mas vencido por seu carisma e humildade. Mas ainda assim ela sempre recebia mensagens dos amigos espirituais para que controlasse sua índole e orgulho, pois a vida nos dá as oportunidades para que sejamos felizes e possamos aprender com os nossos erros. Sangue quente, Lina nem sempre conseguia se controlar, e a sua vida dependerá unicamente de suas decisões.
Sim. Está tudo certo, porque Deus não erra, Lina. Você é que vê erro e não entende. E o que não entende, você acha que é errado. Olha, se você pudesse sentir o pensamento de Deus, ia ver que está tudo certo do jeito que está, que é isso mesmo que Deus quer. Porque, se Ele não quisesse assim, já teria mudado. (Pág.166)
O livro do Marcelo Cezar aborda várias histórias paralelas que se unem em um determinado momento, quando os personagens estarão de alguma forma ligada. Mas a principal é a história de Lina, moça nordestina que muito sofreu com a família e com a perda desta, que para se defender acaba tirando a vida dos dois assassinos de sua família e foge para se salvar. Desde o início fica claro o seu espírito guerreiro e com sede de justiça, situação que carrega já de outras vidas e que busca aprender a se controlar, mas sem grande sucesso. A história, com todos os personagens é edificadora e emocionante, pois nos oferece a oportunidade de aprendizado baseado na experiência dos outros.
Aurélio, Marco. Psicografado por Marcelo Cesar. São Paulo: Centro de estudos Vida & Consciência, 2014.


Read more...

Momento música #145

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Bom dia!
A semana está apenas começando e é a última semana de agosto. Que ele vá com Deus, pois o estrago foi grande.

E para comemorar uma música hiper legal!!!

Lucky - Colbie Caillat & Jason Mraz


Read more...

Por toda a eternidade - Kristin Hannah

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...
Cuidado! Há spoilers de Amigas para sempre

Tully prometeu para Kate, sua melhor amiga, em seu leito de morte, que tudo faria para que seus filhos e seu marido não sofressem. Mas fica difícil cumprir uma promessa quando ela mesma não estava conseguindo mais se manter de pé, tamanha era sua dor. Tamanha era seu desespero por se encontrar sozinha no mundo, sem seu arrimo, seu alicerce. Pois Kate era o seu chão e agora ela se foi e nada poderia trazê-la de volta. Por toda a sua vida ela sempre teve um único objetivo: ser uma grande e famosa jornalista. Nada e nem ninguém iria ficar entre ela e seu sonho de ser adorada por milhões de pessoas. Seu passado de rejeição estava enterrado bem fundo, onde ninguém poderia alcançar, mas ela tinha Kate, a garota da rua dos vaga-lumes que desde os quatorze anos se tornou sua amiga e irmã inseparável. Juntas foram para a faculdade e se formaram, mas Kate decidiu seguir seu destino constituindo uma linda família enquanto que Tully cada vez subia mais alto os degraus da fama, se tornando uma respeitável e competente jornalista. Sua mãe Cloud ou Dorothy sempre foi a causa principal de suas inseguranças, mas depois de tantas pancadas ela resolve desistir de sua mãe e se manter focada em seus objetivos. Para Tully não existia outra família que não Kate, Marah sua afilhada, os gêmeos Luke e Wills, Johnny marido de Kate e seu amigo e os pais de Kate. Mas após a doença devastadora que levou Kate à morte, cada um reage de uma forma própria à sua dor e para Tully sua vida também está desabando.
Você sabia que toda a sua vida pode ser transformada com uma única escolha? Não. Mas sabia que minha vida precisava de mudanças. Como podia não saber? Minha mãe aperfeiçoara a arte de me abandonar e passei toda a minha infância fingindo que a verdade era uma mentira. Somente com Kate fui honesta. Minha melhor amiga para sempre. A única pessoa que me amou pelo que sou. (Pág.63)
Falar de Kristin Hannah é chover no molhado. Para mim ela é a melhor escritora de drama e já li vários livros dela e cada um melhor do que o outro, cada um mais emocionante do que o outro e neste livro não é diferente. Este livro é a sequência de Amigas para Sempre, publicado pela Editora Arqueiro. Nele temos a emocionante história da vida de todos após o desenlace de Kate com picos de alegrias das doces lembranças e tristezas, com muitas cenas emocionantes. Tive momentos de estrangular Tully, Marah e Johnny, mas também me apiedei em cada dor. Assim como acompanhamos também a vida de Dorothy, a mãe louca de Tully. Uma belíssima história de quedas e superações. De lembranças e conhecimentos. De morrer para renascer. De amizades verdadeiras, Por Toda a Eternidade.


Hannan, Kristin. Por toda a eternidade. Ribeirão Preto, SP. Novo conceito Editora, 2014.

Read more...

O resgate - Nicholas Sparks

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o caso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir - o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração. Nicholas Sparks, esse talentoso contador de histórias, intervém com a sua magia redentora e a sua inigualável capacidade de aprofundar a complexidade das relações e dos afetos.
Denise e Taylor se conheceram por uma armadilha do destino. Mesmo morando na cidade natal de sua mãe já há alguns meses, sua rotina não lhe dava folgas para fazer amizades. Ela cria sozinha Kyle, seu filho de quatro anos que possui um problema de atraso na fala e não responde. Sua rotina é dura, pois passa os dias treinando com ele, na busca de ajudá-lo no seu desenvolvimento e lhe proporcionar qualidade de vida e à noite trabalha de garçonete para ganhar o suficiente para sua subsistência.  Mas em uma noite de muita chuva, retornando de mais uma consulta médica de Kyle, Denise acaba rodando na pista e sofrendo um grave acidente e quando seu carro é encontrado por Taylor, voluntário do corpo de bombeiros, ela descobre que seu filho pequeno não estava mais no carro. Denise se desespera e por consequência seu salvador mobiliza uma equipe para resgatá-lo que sai em busca do pequeno garoto. É através deste acidente que Denise acaba se aproximando dos demais moradores da pequena Edenton e também descobre que Judy mãe de Taylor, também foi a melhor amiga de sua mãe e que acaba por também adotá-la. Denise começa a perceber uma aproximação diferente das pessoas, mesmo se sentindo ainda insegura pela condição de Kyle, mesmo o garoto tendo desenvolvido um deslumbramento por seu novo amigo Taylor. Naturalmente a atração entre os dois se torna irresistível a cada dia. Tudo o que ela sonha é encontrar um homem que a ame e que principalmente ame seu filho, mas cada vez mais ela sente uma incerteza se Taylor realmente seria este homem.
Houve algo em seu modo tranquilo de falar que fez Denise olhar para ele com mais atenção. Ainda que Taylor não fosse o homem mais bonito que já vira, algo nele chamou sua atenção – uma suavidade, talvez, apesar de seu tamanho; um jeito de olhar firme de quem observa a fundo sem ser ameaçador. (Pág. 91)
Este não é nem de longe o melhor livro do Nicholas. Esperei muito, criei grandes expectativas que acabaram frustradas. Achei ótima a história da Denise e de seu amor incondicional para Kyle, um garotinho muito fofo que sofre um transtorno que deixa sua fala atrasada, assim como seu desenvolvimento intelectual. Ela é uma mãe amorosa, dedicada e incansável na busca de fazer o seu filho se desenvolver. O Taylor já se mostrou um mocinho com mais problemas emocionais do que a mocinha. Ele sofreu um grande trauma na infância que resultou na sua decisão de se tornar um voluntário do corpo de bombeiros, mas não achei justificável para suas inseguranças. Mas Nicholas é sempre Nicholas e a cada leitura é uma surpresa.

Sparks, Nicholas. O resgate; São Paulo: Arqueiro, 2014.

Read more...

Momento música #144

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Bom dia!

Adoro escolher as músicas que me inspiram nas leituras.  Em algumas vezes eu analiso os personagens e vejo a música que mais se encaixa na História. O livro que me inspirou foi O Resgate de Nicholas Sparks e que teremos resenha na Próxima quarta-feira . A música é:


Have you ever seen the rain? - Rod Stuart


Read more...

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz

sexta-feira, 8 de agosto de 2014


 Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…
Colin Fischer é um garoto de 14 anos, que acabou de entrar no colegial, depende de cartões que ilustram expressões faciais para entender os sentimentos das pessoas que o cercam e que tem muito à enfrentar. Por ser um garoto muito pequeno (em comparação aos seus colegas da escola), Colin é um alvo fácil para os valentões, principalmente para Wayne Connelly, que já vem atormentando o garoto desde a pré-escola. Apesar de Colin ter a Síndrome de Asperger (o 'famoso' autismo), isso não o impede de fazer coisas que as outras crianças fazem, desde que ele não seja tocado.

No dia do aniversário de Melissa, - uma das únicas pessoas que tratam Colin com normalidade, e tem paciência com a sua personalidade (e no fundo, uma paixãozinha de Colin); suas amigas trouxeram um bolo de chocolate branco, coberto com glacê branco e decorado com rosas de glacê cor-de-rosa para comemorar, mas, um incidente acaba com a festa: uma briga seguida de um tiro disparado de uma pistola. Wayne é acusado de levar a arma para o colégio, afinal, ele é o aluno mais propenso à este tipo de comportamento; mas Colin, o único aluno que não se assustou e fugiu após o disparo, com a sua curiosidade pode perceber a prova que poderia inocentar Wayne: a arma estava suja de glacê, mas o suspeito estava comendo de forma ordeira, impossível de ter se sujado com o bolo.

Diante desta acusação injusta, Colin, como um verdadeiro fã de mistérios, se dispõe a resolver este (mesmo que todos peçam para que ele não o faça). Para o espanto de todos, inclusive Wayne, Colin vai atrás de todos os recursos para inocentar o garoto que bate nele desde quando se conheceram. Mas Colin tem muito para desvendar até chegar na resposta desse problema...
Sherlock Holmes não era apenas um detetive - ele foi o primeiro super-herói do mundo.
Bom, quase nunca começo falando sobre o trabalho da editora, mas dessa vez farei: que capa linda e diferente, sério, me digam se essa capa não chama atenção logo de cara!? A capa ficou linda, a tradução ficou ótima, não lembro de ter encontrado nenhum erro. As capas de outros países também são lindas, e todas com mais ou menos a mesma ideia. A sinopse também me chamou atenção, um mistério sem apelação.

Colin e Wayne conseguiram ganhar o meu coração, cada um da sua maneira. Colin com o seu jeito curto e direto, lógico e racional, e a sua inocência para compreender a ironia e sarcasmo; o 'jeito meio sem jeito' dele fez com que eu virasse fã. E Wayne, mesmo com seu jeito arrogante e sua mania de resolver todos os problemas na base da porrada. Mas a diretora do colégio em que eles estudam, pelo amor, volta pra faculdade e reveja os conceitos de como se trata um aluno (acho que esse foi o meu lado "pedagoga" gritando a cada vez que a diretora aparecia), sério gente, ela realmente me irritou; me irritou até mais do que os outros valentões que tormentavam Colin.

Mas tirando essas irritações que senti com alguns personagens, a história é maravilhosa. Com um enredo que flui de uma forma agradável, e que mesmo com poucas paginas, tem uma história cheia de detalhes. Um livro sem apelações, e me arrisco a dizer que, de certa forma, é até inocente (se formos considerar o fato de que temos a história pela visão de Colin e que ele não vê maldade ou malicia nas coisas). Enfim, super recomendo para quem gosta de mistérios e está uma leitura light e leve.

Miller, Ashley Edward; Stentz, Zack. Colin Fisher. Ribeirão Preto, São Paulo. Novo Conceito Editora, 2014.

sobre o autor
Eduarda GalvãoEduarda Galvão, 18 anos, Brasília. Cheia de esquisitices e manias. Apaixonada por livros e personagens. Louca por filmes e séries. Com mania de colecionar livros, canecas e amores..

Read more...

Seis anos depois - Harlan Coben

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Depois de seis anos, Jake quase que levava uma vida normal. Um jovem professor universitário respeitado no mundo acadêmico e querido por seus alunos, ele quase não se lembrava mais do grande amor de sua vida, Natalie. Quase. Ainda doía o abandono de seis anos atrás, mas ele respeitava a sua decisão. Foi ela que quis assim, desistir do seu amor em troca do ex, e ainda o convidou para a cerimônia matrimonial. É, foi mesmo cruel, mas determinado como ele era, só mesmo presenciando este enlace, é que ele seria capaz de desistir dela para sempre. Apesar de toda a estranheza do momento, ele foi obrigado a aceitar, pois acima de tudo ele a amava e queria mesmo que ela fosse feliz com a escolha que fez, sem hipocrisias, mesmo depois de ela pedir para que os deixassem em paz e nunca mais a procurasse. Agora, passados seis anos a situação muda drasticamente de figura. Todd, o marido de Natalie está morto, assassinado. Incapaz de se conter, Jake resolve ir ao funeral e prestar suas condolências e saber como estava Natalie depois dos seis anos. Tudo o que ele sabia era o que estava no obituário: que o falecido havia deixado esposa e dois filhos. Chegando à pequena cidade, ele espera escondido até a saída de todos da capela e surpreso descobre que a viúva é outra pessoa, inesperadamente um mistério se forma: Todd era casado com outra mulher e tinha dois filhos adolescentes. E como ficava Natalie nesta história? Ele tinha certeza de que assistiu o casamento dos dois. Inconformado ele pede ajuda de uma colega de faculdade para investigar o paradeiro de Natalie e é mais uma vez surpreendido com a notícia de que Natalie Avery simplesmente não existe em nenhum banco de dados, e se algum dia ela existiu, simplesmente desapareceu. Intrigado ele começa a investigar este mistério que a cada dia o consome. A cada novo fato, mais incompreensível se torna todo o mistério, principalmente quando ele recebe um enigmático e-mail que dizia apenas:
Você fez uma promessa.
E a partir de então sua vida, antes pacata e discreta sofre uma drástica transformação e ele se vê obrigado a lutar por sua vida e descobrir onde se encontra a verdade, principalmente porque todas as evidências de seu relacionamento com o amor de sua vida foram apagadas.
-Prometa, Jake. Prometa que vai nos deixar em paz.
Essas foram as última palavras que o amor da minha vida me disse. E ali estava eu, seis anos depois, voltando ao lugar onde tudo começara, quebrando a promessa. Esperava encontrar alguma ironia nisso, mas não. (Pág.55)
Eu não me permito ignorar um bom e intrigante mistério e quando li a sinopse deste livro minha mente curiosa já ficou louquinha de vontade pra descobrir. A trama é muito bem construída com um enredo sólido e bem montada. O sofrimento de Jake é realmente de cortar o coração, pois podemos quase que tocá-lo. A rede de intrigas e mistérios é praticamente um labirinto que nos deixa tontos com as voltas que a trama dá. Uma leitura intrigante e perfeita para dar aquela quebra no quotidiano. Recomendadíssimo.

Coben, Harlan. Seis anos depois. São Paulo: Arqueiro, 2014.

Read more...

Momento música #143

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Bom dia!
Esta é a primeira segunda-feira de agosto e vamos torcer par que o mês seja sensacional. A Música de hoje foi tirada do livro Por Toda a Eternidade, Segundo Livro da dualogia de Kristin Hanna e ambos são sensacionais.


Fifty Ways to Leave your Lover




Read more...

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados