Novidade Saída de Emergência Brasil - Outlander

quinta-feira, 31 de julho de 2014



Editora: Saída de Emergência
Coleção: BANG!
Data 1ª Edição: 06/08/2014
Nº de Edição: 1ª
ISBN: 978-85-67296-22-7
Nº de Páginas: 800
Dimensões: [160 x 230 x 41]mm
Encadernação: Brochura – Capa Mole
Leia um Trecho: Aqui

Quem não sabe o motivo da histeria é porque nunca ouviu falar desta série queridinha e que já tem sua série na TV. Eu já li este primeiro livro da série e mal vejo a hora de ler os demais. Agora pela Saída de Emergência Brasil e com capa nova, tenho certeza de que muita gente,  assim como eu, estará comprando novamente e relendo, por isso não perca a data de lançamento: 06/08/2014.
Para conferir o que achei do livro: Aqui

Sinopse


Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?

Booktrailer


Read more...

Melancia - Marian Keyes

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Foi demais da conta para Claire o dia do nascimento da sua filha. Ao acordar no quarto do hospital depara com o marido olhando-a na cama. Deduzindo tratar-se de algum tipo de sinal de respeito, ela nem suspeita de que ele soltará a notícia da sua iminente separação: “Ouça, Claire, lamento muito, mas encontrei outra pessoa e vou ficar com ela. Desculpe quanto ao bebê e todo o resto, deixar você desse jeito...” Em seguida, dá meia-volta e deixa rapidamente o quarto. De fato, ele sai quase correndo. Com 29 anos, uma filha recém-nascida nos braços e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais da gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Não tendo nada melhor em vista, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e um pai à beira de um ataque de nervos. Depois de muitos dias em depressão, bebedeira e choro, Claire decide avaliar os prós e contras de um casamento de três anos. E começa a se sentir melhor. Aliás, bem melhor. É justamente nesse momento que James, seu ex-marido, reaparece, paea convence-la a assumir a culpa por te-lo jogado nos braços de outra mulher. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa...

Tudo o que Claire queria após sofrer um longo e doloroso trabalho de parto, era que seu marido James entrasse no quarto da maternidade orgulhoso e cheio de elogios por sua bravura e pela bela filhinha que acabara de nascer. Mas tudo o que ela conseguiu registrar foi James simplesmente estava dando o fora! Não quis nem saber sobre sua condição e sua filha e apenas jogou em seu colo uma separação intempestiva e cruel, dizendo não amá-la mais e que vinha tendo um caso com a vizinha há seis meses. O mundo de Claire desaba e se sentindo desamparada ela resolve deixar Londres e se refugiar na casa da família em Dublin. Os pais a recebe com carinho e compreensão, assim como suas irmãs Anna e Helen. Amparada ela se entrega a uma profunda depressão regada com muita vodka e lágrimas. Ela divaga sobre seu passado quando conheceu James e sobre as situações de sua vida em que eram só alegrias e comemorações, quando ela bebia por estar feliz e agora só afogando as mágoas. Até que ela percebe o quanto ruim está sendo, não só para sua família, mas também para sua pequena Kate, tão pequenina e abandonada pelo pai e com uma mãe descontrolada.  Com este choque de realidade ela ensaia uma reação disposta a retomar o controle de sua vida ainda que lhe pareça tudo tão improvável.
Você está afastada do contato com homens há muito tempo, disse a mim mesma severamente. É melhor volta a circular. Assim, da próxima vez em que encontrar um homem atraente, não chegará na mesma hora a nenhuma conclusão ridícula. (Pág. 143)
Esta foi minha estréia com Marian Keyes e confesso que não foi aquilo tuuuddooo que imaginava. Mas já me garantiram que os outros livros são  bem melhores e que a culpada é a Claire. Ela simplesmente afunda em um poço de auto piedade e fala, fala, fala e chora, chora e chora que em um determinado momento me cansou. Só não abandonei o livro porque me garantiram que da série era o mais fraco que os outros são melhores. Como não gosto de abandonar o livro, ainda mais tendo comprado a série inteira, fui até o fim. O livro tem seus momentos de humor como por exemplo a Claire pegando dinheiro emprestado com sua irmã Anna e subornando Helen para comprar bebida. Pude perceber que toda a família tem uns parafusos a menos, são agitados e egocêntricos. Sempre têm discursões entre sim, mas são como toda a família: se amam e se defendem. Cada um tem sua própria história e a Claire é um capítulo a parte com seus monólogos e divagações que têm seu charme.

Keyes, Marian. Melancia. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012.


Read more...

Momento música #142

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Bom dia!
Espero que a semana de vocês  se inicie com a uma grande carga positiva com muita esperança e fé. Esta  semana completou três anos sem Amy e todos sabem que ela deixou uma bela istória de talento e Sucesso. Que tal relembrar?

Rehab - Amy Winhouse


Read more...

A filha do sangue - Anne Bishop

sexta-feira, 25 de julho de 2014

O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.
Quando Tersa, conhecida como a louca profetizou a vinda de uma nova rainha, Daemon e Lucivar estavam presentes. De início eles ficaram em choque, principalmente porque a profecia não determinou quando, mas que um dia ela chegaria: uma rainha que seria o mito vivo, a mais poderosa. Quando Daemon olhou no fundo dos olhos de Tersa ele se transformou, tomado pelo desejo de mudança e muita esperança com a chegada daquela que ele espera ser sua amiga, sua amante e sua salvadora.
Daemon Sadi é um escravo sexual na corte de Dorothea uma incestuosa e cruel Sacerdotisa, assim como Lucivar, seu irmão mestiço da raça eyrieno e apesar do extenso poder que os dois detém, ainda não foram capazes de se livrarem do anel da obediência, colocado em suas genitálias e capaz de fazer dobrar o mais bravo e feroz guerreiro. Ambos são filhos de Saetan Daemon SaDiablo o Senhor supremo do Inferno, e foram escravizados devido a uma artimanha de Dorothea. Setecentos anos se passam até que a Profecia se realize. Jaenelle é uma criança de doze anos dotada de muita simpatia e carisma, mas acima de qualquer coisa, de muito poder. Um poder arrebatador e bruto que precisa ser domado, administrado e principalmente orientado para que siga no caminho do bem. Saetan a recebe em seu reino, a princípio muito assustado com o tamanho do seu poder e principalmente de sua capacidade de transitar entre os mundos livremente, como se fosse um simples passeio no parque. Jaenelle é uma criança doce e carismática que ao mesmo tempo que transborda inocência ela se afoga em uma sabedoria de uma alma que viveu milênios , que não teme sua força, pois para ela é uma coisa natural, mas que se aborrece de sua incapacidade de conseguir uma coisa básica como mover um simples objeto de lugar, mas sem se abalar de ser capaz de mover uma sala inteira. Seu principal dom é a abnegação: ela não pensa duas vezes quando é preciso curar um doente ou ajudar um ferido, mesmo sem se importar com sua própria dor e sofrimento, já que sua família a considera uma criança emocionalmente perturbada e sempre que consideram que ela está em crise a internam em um horrendo hospital para crianças problemáticas. Quando Daemon é enviado para a corte de Alexandra Angelline, ele se surpreende ao sentir as teias psíquicas de sua esperada rainha na mansão dos Angelline. Mil possibilidades são tecidas, mas ele se depara com a jamais imaginada: sua rainha, sua amada é uma criança de doze anos de idade, e por mais sádico que ele seja considerado ele seria incapaz de tamanha infâmia. Mas de agora em diante, faz de seu projeto de vida, estar ao lado de Jaenelle, amparando e garantindo sua segurança para que ela jamais seja subtraída do caminho do bem, que seu poder e seu coração não sejam desvirtuados e ela cresça para que se cumpra a profecia, pois os primeiros milagres ela já está realizando e precisava da união daqueles três homens.
Setecentos anos antes, Tersa tinha lhe dito que o mito vivo estava a caminho. Setecentos anos de espera, observando e procurando, esperançoso. Setecentos dilacerantes e extenuantes anos. Recusava-se a desistir, recusava-se porque seu coração ansiava demais por essa criatura estranha, maravilhosa e aterrorizante chamada Feiticeira. (Pág.37)

Bom, antes de qualquer coisa é preciso recuperar meu fôlego. Desde a sinopse eu me interessei pelo enredo, mas não esperava esta pancada de emoções. Eu via os mediadores comentando, uns dizendo o quanto era denso outros falando de estar meio parado, mas fui em frente. O livro é sensacional, fiquei apaixonada pelo Daemon e já sou fã. O homem é feroz, cruel, mas somente com os seus inimigos, pois a vida dele, desde a adolescência foi só de crueldade. Mas seu sonho de liberdade está em sua rainha e ele claramente a defende e lutará por seus sentimentos com paciência e muita dedicação. Uma dedicação apaixonante que nos faz transbordar e torcer, só que agora, só nos próximos livros. Este livro faz parte da Trilogia das Jóias Negras que com certeza irá te arrebatar assim como me arrebatou. Nela encontramos elementos que nos fascinam: magia, poder e romance.

1) A filha do Sangue
2) A herdeira das sombras (Previsão de lançamento: Novembro/2014
3) Rainha das Trevas (Sem previsão)

Bishop, Anne. A filha do Sangue. Rio de Janeiro: Saída de Emergência, 2014.


Read more...

01 ano Toca dos Livros

Oi gente! 

Hoje vim com uma promoção super especial. O blog Toca dos Livros está completando 1 aninho, e juntamente com O Cantinho Literário, Escondido nos Livros, Eu li e, você?, Saleta de LeituraCatavento de IdeiasEntre Séries e LivrosS2 LerTesouro LiterárioOlímpico LiterárioAmor Literário,  Milkshake de PalavrasGaveta AbandonadaCila do Leitor,  Leitores Possessivos Livros e Chocolate, Louca EscrivaninhaViajando na EstanteUm Sonho LiterárioMinha Vida Literária e a loja Leiturateca está fazendo uma mega promoção. Onde 23 livros serão sorteados!


Para participar basta seguir as regras obrigatórias e preencher o formulário.
  • Ter endereço de entrega em território nacional 
  • Comentar na postagem promocional no blog para validar sua participação deixando e-mail válido para contato.
  • O ganhador será informado por e-mail e terá um prazo de 3 dias corridos para responder com seus dados, caso contrário, será feito um novo sorteio. 
  • Não nos responsabilizamos por danos ou extravios durante o transporte/entrega. 
  • O prazo de envio dos livros é de 45 dias após o envio dos dados do vencedor.
  • Cada blog será responsável pelo envio do seu livro.
  • Caso o livro volte por algum erro nos dados passados ou impossibilidade no ato da entrega, não será feito novo envio e o ganhador perderá o direito ao prêmio.





Boa sorte!

Read more...

[Publicidade]Promoção Ed. Vida & Consciência - livros por R$9,90

quinta-feira, 24 de julho de 2014

A Editora Vida & Consciência está com uma super promoção na Loja Virtual e quiosques do metrô: até o dia 31/7, os livros do catálogo (exceto o Treze almas) estão por R$9,90. Além disso, nas compras acima de R$100, o frete é grátis.
Alguma dúvida sobre qual escolher? Eu te dou uma ajuda com as resenhas.


E muitos outros títulos na Loja Virtual da Vida e Consciência

Read more...

O Menino dos Fantoches de Varsóvia - Eva Weaver

quarta-feira, 23 de julho de 2014


Mesmo diante de uma vida extremamente difícil, há esperança. E às vezes essa esperança vem na forma de um garotinho, armado com uma trupe de marionetes – um príncipe, uma menina, um bobo da corte, um crocodilo... O avô de Mika morreu no gueto de Varsóvia, e o menino herdou não apenas o seu grande casaco, mas também um tesouro cheio de segredos. Em um bolso meio escondido, ele encontra uma cabeça de papel machê, um retalho... o príncipe. E um teatro de marionetes seria uma maneira incrível de alegrar o primo que acabou de perder o pai, o menininho que está doente, os vizinhos que moram em um quartinho apertado. Logo o gueto inteiro só fala do mestre das marionetes – até chegar o dia em que Mika é parado por um oficial alemão e empurrado para uma vida obscura. Esta é uma história sobre sobrevivência. Uma jornada épica, que atravessa continentes e gerações, de Varsóvia à Sibéria, e duas vidas que se entrelaçam em meio ao caos da guerra. Porque mesmo em tempo de guerra existe esperança.

O livro se inicia em janeiro de 2009, Mika, um senhor já idoso, passeia com o seu neto Daniel pelas ruas de Nova York, quando se depara com um cartaz na parede do teatro, o espetáculo "O Menino dos Fantoches de Varsóvia". Mika imediatamente entra em desespero e passa mal, ao voltar para casa ele conta a Danny o motivo daquilo tudo: ele era o Menino dos fantoches de Varsóvia.

A partir daquele acontecimento, Mika resolve contar toda sua história de quando Hitler transformou Varsóvia em um inferno para os judeus. Mika, seu avô e sua mãe, toda sua família mandada para o Gueto: um lugar totalmente dominado pelo caos e desespero, em meio as doenças e ordens absurdas emanadas das bocas dos militares. O avô de Mika, Jacob, antes da guerra explodir, mandou o seu alfaiate costurar um sobretudo para ele, com bolsos secretos, bolsos dentro de bolsos, bolsos onde apenas Jacob e Nathan sabia onde se encontravam, a partir daquele momento, Jacob guardou os seus tesouros mais precisos por aquele labirinto de bolsos.

Quando foram mandados para o Gueto, Jacob não tinha mais a mesma relação com Mika, se mantinha trancando em um dos quartos do apartamento, e quase não conversava com sua filha e seu neto. Porém, em um de seus passeios pelo Gueto, Jacob interferiu quando soldados mandavam uma moça tirar a roupa no meio da rua, e assim... lá se foi o "vovô Tatus", com um tiro certeiro que o deixou vivo apenas para dizer que seu sobretudo deveria ficar com Mika. O garoto assim fez, e tornou o sobretudo o seu abrigo e armadura, ainda com o cheiro de seu avô, era o sobretudo que protegia o menino; após um tempo Mika descobre alguns dos melhores tesouros que seu avô escondeu no quarto em que ficava: vários e vários fantoches, feitos com retalhos de panos e coisas encontradas por aí.

Assim, Mika começa a levar um pouco de cor e alegria para aquele lugar cinza tão cheio de sofrimento, se apresenta para crianças em orfanatos, hospitais, e até mesmo em aniversários em troca de um pouco de comida. Até que ele é pego por Max, um soldado que o obriga a apresentar-se no quartel para entreter os "ratos de farda". E é assim, com a sua vida dupla, uma vergonhosa e outra em que luta para sobreviver. Acompanhamos toda trajetória do menino que em 1942 foi preso em uma cidade de caos e sobreviveu para contar todo o horror vivido naquela época.

Eu continuei a escondê-las em meu sobretudo. Senti a presença do espírito do meu avô mais do que nunca naquelas semanas, como se o próprio tecido do casaco sussurrasse "coragem" em meus ouvidos toda vez que eu me aproximada do Wache...  pag. 214

Bom gente, eu sou meio suspeita para falar sobre livros de histórias que se passam na Segunda Guerra Mundial, por motivos de: sou completamente apaixonada pelas histórias dos que sobreviveram ou que ao menos lutaram contra tudo aquilo. Mesmo Mika não sendo real, vários personagens introduzidos na história são heróis que realmente viveram naquela época, o que dá aquela satisfação em ver que a autora realmente se aprofundou na realidade para criar esta emocionante obra.

Mika e vários outros personagens são encantadores, até mesmo os que eram para ser ruins ganharam um espacinho em meu coração em alguns momentos. A narrativa de Eva é simplesmente... simples, mesmo se tratando de uma história tão triste e dolorosa, a autora conseguiu fazer fluir, mostrando de forma realista cada momento vivido pelos personagens, me fazendo sentir os mesmos sentimentos que eles sentiram, como se eu estivesse ao lado deles enquanto tudo aquilo acontecia.

Dividida em três partes, a narrativa é dividida entre a primeira e a terceira pessoa do singular. Na primeira parte temos a história de Mika, e na segunda a história Max, o soldado alemão que cruzou o caminho do garoto e mudou um pouco o rumo de sua vida. A terceira, bom, aí vocês têm que ler para descobrir sobre quem é esta parte, senão estarei dando muito spoiler para vocês. Enfim, a capa é linda, a Novo Conceito fez um belo trabalho, encontrei apenas 2 ou 3 erros de digitação, mas tirando isso, tudo ficou encantador.

 O Menino dos Fantoches de Varsóvia. Weaver, Eva. Ribeirão Preto, São Paulo. Novo Conceito Editora, 2014.




sobre o autor
Eduarda GalvãoEduarda Galvão, 18 anos, Brasília. Cheia de esquisitices e manias. Apaixonada por livros e personagens. Louca por filmes e séries. Com mania de colecionar livros, canecas e amores..

Read more...

Lançamentos Arqueiro Agosto

terça-feira, 22 de julho de 2014


Leia um trecho Aqui

De Julia Quinn: Os segredos de Colin Bridgerton – Os Bridgertons 4

RESENHA:

“Escritores como Julia Quinn estão reinventando os livros românticos para a geração pós-feminista” – Time Magazine

Há muitos anos Penelope Featherington frequenta a casa dos Bridgertons. E há muitos anos alimenta uma paixão secreta por Colin, irmão de sua melhor amiga e um dos solteiros mais encantadores e arredios de Londres.

Quando ele retorna de uma de suas longas viagens ao exterior, Penelope descobre seu maior segredo por acaso e chega à conclusão de que tudo o que pensava sobre seu objeto de desejo talvez não seja verdade.

Ele, por sua vez, também tem uma surpresa: Penelope se transformou, de uma jovem sem graça ignorada por toda a alta sociedade, numa mulher dona de um senso de humor afiado e de uma beleza incomum.

Ao deparar com tamanha mudança, Colin, que sempre a enxergara apenas como uma divertida companhia ocasional, começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Quando os dois trocam o primeiro beijo, ele não entende como nunca pôde ver o que sempre esteve bem à sua frente.

No entanto, quando fica sabendo que ela guarda um segredo ainda maior que o seu, precisa decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.

Em Os segredos de Colin Bridgerton, quarto livro da série Os Bridgertons, que já vendeu mais de 3,5 milhões de exemplares, Julia Quinn constrói uma linda história que prova que de uma longa amizade pode nascer o amor mais profundo.

SOBRE A AUTORA:

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois
de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. O visconde que me amava, segundo título da coleção, foi finalista do prêmio RITA.

É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus romances já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas.

Julia foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.


TÍTULO ORIGINAL: Romancing Mister Bridgerton


TRADUÇÃO: Cláudia Guimarães





Leia um trecho Aqui

De Colleen Houck: A promessa do tigre
  

RESENHA:

Medo. Esperança. Dúvidas. Antes da maldição, uma promessa.

Mais de 300 anos antes de Kelsey Hayes surgir na vida de Ren e Kishan, uma jovem cruzou o caminho dos príncipes. Seu amor por um deles mudou o curso da história e o destino da família Rajaram.

Criada longe dos olhos da corte, isolada do convívio no castelo, Yesubai luta para suportar os maus-tratos do pai e manter em segredo suas habilidades mágicas. Lokesh é um poderoso e cruel feiticeiro que foi capaz de assassinar a própria esposa porque ela lhe deu uma filha em vez de um filho.

Ao completar 16 anos, Yesubai é surpreendida por um anúncio do rei.
Procurando fortalecer suas relações diplomáticas, o nobre acredita que
um casamento entre a filha de Lokesh, comandante de seu exército, e um
pretendente de algum dos reinos vizinhos será uma boa estratégia para
diminuir os conflitos na região.

A jovem recebe a notícia com alegria. Pela primeira vez ela enxerga um fio de esperança, a perspectiva de escapar do controle do pai e de levar uma vida fora do confinamento de seus aposentos.

Mas esses não são os planos do feiticeiro. Ele vê no iminente casamento de Yesubai uma oportunidade de conseguir ainda mais poder e não poupará esforços para atingir seus objetivos sombrios.

A promessa do tigre conta a origem da história dos príncipes Ren e Kishan e os acontecimentos que levaram às aventuras da aclamada série A maldição do tigre.



SOBRE A AUTORA:

Colleen Houck é uma leitora voraz que adora livros de ação, aventura, ficção científica e romance. Estudou na Universidade do Arizona e trabalhou como intérprete de língua de sinais durante 17 anos. Ela mora em Salem, no Oregon, com o marido e um tigre branco de pelúcia.


TÍTULO ORIGINAL: Tiger’s Promise


TRADUÇÃO: Carolina Alfaro



Leia um trecho Aqui

De Lois Lowry: O doador de memórias – Quando não há memórias, a liberdade é apenas uma ilusão

  
RESENHA:

Mais de 11 milhões de livros vendidos no mundo.

Em O doador de memórias, a premiada autora Lois Lowry constrói um mundo aparentemente ideal onde não existem dor, desigualdade, guerra nem qualquer tipo de conflito. Por outro lado, também não há amor, desejo ou alegria genuína.

Os habitantes de uma pequena comunidade, satisfeitos com a vida ordenada, pacata e estável que levam, conhecem apenas o presente – o
passado e todas as lembranças do antigo mundo lhes foram apagados
da mente.

Um único indivíduo é encarregado de ser o guardião dessas memórias, com o objetivo de proteger o povo do sofrimento e, ao mesmo tempo, ter a sabedoria necessária para orientar os dirigentes da sociedade em momentos difíceis.

Aos 12 anos, idade em que toda criança é designada à profissão que irá seguir, Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião. Ele é avisado de que precisará passar por um treinamento difícil, que exigirá
coragem, disciplina e muita força, mas não faz ideia de que seu mundo
nunca mais será o mesmo.

Orientado pelo velho Doador, Jonas descobre pouco a pouco o universo
extraordinário que lhe fora roubado. Como uma névoa que vai se dissipando, a terrível realidade por trás daquela utopia começa a se revelar.



SOBRE A AUTORA:

Lois Lowry tem mais de 30 livros publicados e já recebeu diversos prêmios, como o Boston Globe-Horn Book, o Dorothy Canfield Fisher, o
Mark Twain e a Medalha California Young Readers. Ganhou duas vezes
a Medalha Newbery, da Association for Library Service to Children, uma
delas por O doador de memórias, o primeiro da série formada também por Gathering Blue, Messenger e Son.


TÍTULO ORIGINAL: The Giver



TRADUÇÃO: Maria Luiza Newlands


Leia um trecho Aqui

De Nora Roberts: Bem-casados – Quarteto de Noivas 3

  
RESENHA:

Bem-casados, terceiro livro da série Quarteto de Noivas, é uma linda história sobre a doçura do amor. Quando terminar de lê-lo, você terá certeza de que os sonhos podem se realizar das formas mais inesperadas.

Parker, Mac, Emma e Laurel, amigas de infância, ganham a vida realizando o sonho de inúmeros casais apaixonados. As quatro são proprietárias da Votos, uma empresa de organização de casamentos.

Após ter trilhado um caminho muito duro para conseguir ser alguém na
vida, Laurel McBane se tornou a criadora dos bolos e quitutes mais lindos e saborosos do estado. Ela preza sua independência acima de tudo e não aceita que ninguém interfira em suas decisões. Talvez por isso, apesar do sucesso profissional, ainda não tenha se entregado ao amor.

Apaixonada desde sempre por Delaney Brown, irmão de Parker, ela nunca teve coragem de revelar seus sentimentos. Afinal, sabe que é como uma irmã para ele.

Advogado da Votos, Del se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da empresa, mas também do bem-estar das quatro sócias. Porém, sua postura paternalista e superprotetora começa a gerar desentendimentos entre ele e Laurel.

Mas essas diferenças de opinião também fazem ferver uma química que vinha cozinhando em fogo brando havia muito tempo, acendendo uma faísca que eles não sabem se conseguirão – ou se querem – conter.

Agora Laurel e Del precisarão conciliar suas convicções e personalidades para que o orgulho não fale mais alto que a paixão.


SOBRE A AUTORA:

Nora Roberts começou a escrever em 1979. Depois de várias rejeições,
seu primeiro livro, Almas em chamas, foi publicado em 1981. Desde então, ela não parou mais.

Sucesso em todo o mundo, Nora já escreveu mais de 200 livros, publicados em mais de 35 países e traduzidos para 25 idiomas. Seus títulos são presença constante na lista de mais vendidos do The New York Times.

Nora tem mais de 400 milhões de livros impressos e foi a primeira mulher a figurar no Romance Writes of America Hall of Fame. Também recebeu diversos prêmios, entre eles o Golden Medallion, da Romance Writers of
America, o RITA e o Quill. A revista The New Yorker já a chamou de “a romancista favorita dos Estados Unidos”.


TÍTULO ORIGINAL: Savor the Moment


TRADUÇÃO: Maria Clara de Biase

Twitter: @editoraarqueiro

Facebook: /Editora.Arqueiro

Instagram: /editoraarqueiro


www.editoraarqueiro.com.br

Read more...

Momento música #141

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Bom dia!

Eu sei que está todo mundo com uma preguicinha, mas uma nova semana se inicia e que tal curtir?

Just a Kiss - Lady Antebellum


Read more...

Celeste - Leonardo Rásica

sexta-feira, 18 de julho de 2014

"E se ela desaparecesse para sempre??... Celeste não deveria ter ouvido a conversa que transformou sua vida em um pesadelo. Certa de que o próprio marido tramava seu assassinato, ela temia o que poderia acontecer também com seu filho. Celeste precisa correr contra o tempo para encontrar a verdade. Nessa busca, ela tem de enfrentar obsessões e resolver pendências de outras vidas para alcançar a verdadeira paz de espírito." Fonte: Editora

Celeste era ainda muito jovem quando foi trabalhar na Argenx, quando Ulisses estava assumindo a direção após o falecimento do fundador e seu pai, Orestes. Poucos meses depois, Celeste se casava com Ulisses, e após muitos anos de casamento, com um filho já adulto, ela vive perdida nas desconfianças que a atormentam dia e noite. Ela se tortura tentando se lembrar do que aconteceu a quinze anos, quando sofreu a primeira crise emocional que a levou a ficar internada na clínica do Dr. Morato, pois por mais que se esforce ela não consegue se lembrar do que culminou a crise e principalmente dos fatos que se sucederam ao seu retorno ao lar. Agora um gatilho foi disparado em sua mente e flashes destes acontecimentos a tem lhe tirado o sono. Tudo agora vira desconfiança, medo e temor. Ela só não fugiu ainda pra não deixar seu amado filho para trás, pois de todo o seu sofrimento, o filho é a coisa mais importante de sua vida. Seu marido, um empresário muito rico e influente, possuía amizades importantes e que poderiam ajudá-lo a se livrar de toda a culpa, assim como fizeram com aquele pobre infeliz que foi mandado para a prisão e que lá pereceu. Ela precisava, a todo custo, ser mais esperta do que Ulisses, e se livrar para sempre do perigo que ameaçava a sua vida e a do filho. Mesmo que fosse necessário contrair para si uma dívida maior ainda, aumentando de forma desnecessária o seu resgate.
Celeste se viu invadida por uma onda de pânico ao se lembrar daquela conversa que não deveria ter escutado. A nitidez da recordação era tal que ela se se espantava que aquele diálogo tivesse sido suprimido de sua memória por tanto tempo. (Pág.80)
Mais uma obra que nos ensina belas lições de amor, tolerância e perdão. Celeste sofreu a sua infância, mas se apaixonou e se casou com um homem rico e influente. Porém sua vida é marcada por uma internação inexplicável e que a fez perder a memória. Ela irá passar por conflitos que nos mostram que devemos sempre ser cuidadosos com as nossas escolhas. O caminho que tomamos pode nos levar à derrocada moral e espiritual e, portanto devemos seguir vigilantes e cultivando a fé. Uma bela lição.

Read more...

Primeiro amor - James Patterson e Emily Raymond

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.
Quando Axi resolveu descobrir o mundo, só pensou em seu melhor amigo para botar o pé na estrada com ela: Robinson. Seu objetivo era fugir da sua vida medíocre, com um pai constantemente sob o efeito de álcool e da sua escola. Apesar da pouca idade, o excesso de responsabilidade que pesava sobre seus jovens ombros, ultimamente estava sendo muito mais do que podia suportar. Primeiro tinha perdido a sua irmã mais nova, logo em seguida sua mãe simplesmente foi embora de casa deixando-a com o pai, que dava mais trabalho do que uma criança pequena e por isso sua responsabilidade só aumentava.
Robinson era para ela muito mais do que um amigo. Eles se conheceram em um momento delicado de suas vidas e passaram por muita coisa juntos e por isso ela tinha tanto apego e tinha uma esperança de que um dia pudessem ser mais do que apenas amigos. É claro que Robinson topou a aventura, mas para ele não era aventura fugir pelo mundo pegando ônibus. Se era para ter emoção, que fosse com uma dose extra-forte de adrenalina. De cara eles roubaram uma moto Harley- Davidson grande e reluzentemente preta para dar início a esta mirabolante aventura. Era para ser uma aventura inocente, mas agora tudo mudava de figura: roubar era uma coisa muito séria, mas ela não queria decepcionar Robinson e ao mesmo tempo queria muito viver sua grande aventura.
Vendo a cidade passar por mim, sentindo o vento no rosto, eu não me importaria se acordássemos toda aquela cidade miserável.
Coma poeira! – eu queria gritar.
Robinson soltou um grito de alegria.
Estávamos partindo. Estávamos livres. (Pág.29)
Muita coisa se passou pela minha cabeça antes de começar a leitura. Ah, seria mais uma romance com adolescentes delinquentes e sem limites? Confesso que no início pensei isto e muito mais. Os dois viajam roubando motos, carros, invadindo casas, mas sem machucar ninguém, em uma explosão de liberdade, de se sentir sem limites, sem amarras, vivendo apenas o dia de hoje, sem preocupações com o amanhã que os aguardava de forma sombria e traiçoeira. Um romance simples e puro e que me comoveu.

Read more...

Momento música #140

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Bom dia!

Acabou-se a Copa do Brasil e também os sonhos do Hexa, ao menos pelos próximos quatro anos. Como somos brasileiros e não desistimos vamos trabalhar!

A música de hoje faz parte da playlist do livro Estranha Perfeição da Abi Glines que resenhamos aqui.

Wanted - Hunter Hayes


Read more...

O mundo pelos olhos de Bob - James Bowen

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Depois de um passado difícil, James foi adotado pelo gato Bob. Agora os dois têm um emprego de verdade (são vendedores ambulantes de revistas) e se tornaram personalidades conhecidas em toda Londres. Bob tem muitos admiradores, que passam todos os dias para vê-lo – alguns deles trazem cachecóis de lã para ajudá-lo a enfrentar os dias mais gelados. Entre truques adoráveis e manhãs de puro mau humor, Bob e James se tornam cada vez mais inseparáveis. Por trás da divertida história de um homem às voltas com seu animal de estimação, o segundo livro de James Bowen fala sobre amizade, ¬ delidade e esperança. Bob se torna a chave que traz James de volta ao mundo, a motivação que faltava para sua decisiva volta por cima. Impossível terminar de ler O mundo pelos olhos de Bob sem querer abraçar seu pet – ou adotar um! Apaixone-se...
A vida de James mudou completamente após a adoção do gato Bob. Ele passou a vender a revista The big Issue buscando estabilidade para sua vida e para Bob, pois ele se preocupava com a vida que seria capaz de proporcionar para ele. James não se preocupava consigo, mas para ele Bob passou a ser sua prioridade. O bem estar de Bob era muitíssimo mais importante do que a sua própria saúde, e a vida que levavam, sem uma renda certa, dependendo dos sacrifícios que faziam na rua para vender umas unidades a mais, não era mais o suficiente, e ele há algum tempo tem procurando em uma solução, mas sem sucesso. Os perigos que viviam nas ruas eram mais constantes do que imaginavam, todos os dias era um susto, uma surpresa indesejada, mas também se deparam com pessoas boas, que adoravam o gato e estavam dispostas a ajudar, mas não era o suficiente. James mesmo nestas idas e vindas, tinha objetivos para melhorar tanto a sua vida quanto a de Bob, e a primeira delas, incentivada pela amizade do bichano, era se livrar definitivamente das drogas. Ele era um usuário em recuperação, mas que usava as drogas farmacológicas em substituição aos entorpecentes e que desde que presenciou um usuário morrer de overdose na sua frente, ele decidiu ser uma pessoa livre totalmente e por Bob ele busca a sua libertação.
Eu continuava a lutar contra o vício; sempre lutaria. Infelizmente era assim a natureza das coisas. No entanto, desde que me juntei a Bob, mudei radicalmente e estava a caminha da completa recuperação. (Pág.54)
Este é o segundo livro que narra como um gato de rua salvou a vida de um homem sem expectativas na vida. Foi por Bob que James resolveu mudar sua vida, transformando-a em um alicerce para uma família, pois era assim que ele se via junto ao seu gato. Uma amizade que pode ser considerada comum, mas somente quem passou por suas mazelas como James, poderia contar como a inteligência de um felino pôde lhe transformar a tal ponto. A história é contada em dois livros, sendo o primeiro livro Um gato de rua chamado Bob e seguido por este, além de Bob, um gato fora do normal, que é o primeiro livro mas ilustrado por fotos.



Bowen, James. O mundo pelos olhos de Bob. Ribeirão Preto, São Paulo. Novo Conceito Editora, 2014.



Read more...

Estranha perfeição - Abbi Glines

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Della Sloane não é uma garota comum. Ansiando se libertar do seu passado sombrio e traumático, ela planeja uma longa viagem de carro em busca de autoconhecimento e dos prazeres da vida real. Seu plano, no entanto, logo encontra um obstáculo: o automóvel fica sem gasolina em Rosemary, na Flórida, uma cidadezinha praiana no meio do nada. Neste cenário, ela conhece o jovem Woods Kerrington, muito disposto a ajudar uma menina bonita em apuros. O que ela não sabe é que Woods é o herdeiro do country club Kerrington e está de casamento marcado com Angelina Greystone, uma união arranjada que culminará na fusão de suas empresas, garantindo o futuro profissional do rapaz. Uma noite despretensiosa parece a solução perfeita para Della e Woods fugirem por um tempo de tanta pressão. Do passado que ela gostaria de esquecer. Do futuro de que ele tantas vezes tentou escapar. Mas eles não poderiam prever que a atração os levaria a algo mais quando os seus caminhos se reencontrassem. Agora precisam aceitar suas estranhezas para descobrirem a perfeição. Se você é fã da série Sem Limites, vai adorar este delicioso romance ambientado no mesmo universo sedutor criado por Abbi Glines.
Della possui um passado conturbado e desde que conheceu a liberdade tudo o que quer é conhecer o mundo e se conhecer. Testar todos os limites possíveis, se entregar sem medo do futuro, mas sem prejudicar ninguém. Quando sua melhor amiga Braden lhe entregou o carro e a mandou viajar, ela não pensou duas vezes. O destino a levou até Rosemary, uma paradisíaca cidade litorânea na Flórida e ela acabou encontrando Woods pela primeira vez, mas foi um arrebatador encontro sem compromissos, sem cobranças e sem perguntas, pois ela estava ali só de passagem e queria continuar sua jornada. Porém alguns meses depois ela é novamente enviada para aquela inesquecível cidade e a expectativa de encontra-lo novamente a deixa excitada, só esperava que ele não fizesse como o último cara que se envolveu, casado. Woods era um jovem com um sonho: ser o vice-diretor do clube da sua família, mas o seu pai usava isto como arma para manobra-lo ao bel prazer. A condição que ele impunha era força-lo a um casamento indesejado com uma mulher que lhe era insuportável, mas a pressão da família estava se tornando insustentável e para conseguir alcançar seu objetivo ele estava disposto a se submeter. O que Woods não contava era de reencontrar com Della, e principalmente em contratá-la para trabalhar no seu clube. Ele precisaria ser muito forte e ficar o mais distante possível daquela tentação, para que seus planos não fossem derrubados por aquela atração irresistível que o empurrava para os braços dela. Resistir não será fácil, principalmente com o bando de marmanjo que estava caindo matando para cima dela e ele não está nem um pouco disposto a abrir mão do que era seu.
E talvez esta seja a melhor decisão: me afastar. Não havia motivo para continuar fingindo que poderia existir alguma coisa entre nós. Ela estava me dispensando e eu precisava deixar que fizesse isso. Pelo bem de nós dois. Era a melhor maneira de evitar que eu caísse de joelhos e implorasse algo que não podia ter. (Pág.58)
Eu gostei dos dois livros anteriores desta autora e não pensei duas vezes. Tem histórias que mesmo sendo clichês ela conseguem nos envolver e esta autora é assim. É claro que nem tudo são flores, para algumas coisas eu não tenho tanto estômago, mas consigo relevar, substituindo por outras que me são mais agradáveis, a exemplo do palavreado. Eu vejo algum escárnio por parte de algumas pessoas que gostam de diminuir a obra, mas eu prefiro não seguir esta linha. Gosto das histórias que tem as mocinhas com seus fantasmas, e dos homens machões que protegem e endeusam a sua amada, e este é o tipo de leitura desta autora. Adorei Woods desde que ele ajudou a Blaire, seu lado cavalheiro e humano continua o mesmo neste livro que conta a sua história e de Della, com aquela pegada bem sensual. Fica a dica.

Glines, Abbi. Estranha perfeição. São Paulo, Arqueiro: 2014.

Read more...

Momento música #140

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Bom dia meus queridos!

Segunda-feira, véspera de mais um super jogo do Brasil e vamos torcer muito para que esta taça seja nossa. Impregnada pela paixão pelo país, estou no embalo de todas as músicas e uma que gostei muito é do grupo Monobloco.

Todo mundo - Monobloco e Gaby Amarantos


Read more...

Incendeia-me - Tahereh Mafi

sexta-feira, 4 de julho de 2014

UM DIA EU POSSO ROMPER UM DIA EU POSSO R O M P E R E ME LIBERTAR NADA MAIS VAI SER IGUAL O destino do Ponto Ômega é desconhecido. Todas as pessoas com quem Juliette se importa podem estar mortas. Talvez a guerra tenha chegado ao fim antes mesmo de ter começado. Juliette foi a única que restou no caminho d O Restabelecimento. E sabe que, se ela sobreviver, O Restabelecimento não sobreviverá. Entretanto, para destruir O Restabelecimento e o homem que quase a matou, Juliette vai precisar da ajuda de alguém em quem nunca pensou que pudesse confiar: Warner. Enquanto eles lutam juntos para combater o inimigo, Juliette descobre que tudo que ela pensava saber sobre seu poder, sobre Warner e até mesmo Adam era uma mentira.
Cuidado: há spoillers para quem não leu os livros anteriores.

Juliette acordou assustada. Sua última lembrança foi do pai de Waner lhe dando um tiro à queima roupa e agora ela está sã e salva no quarto de Warner. De novo. Mas a situação agora é muito diferente a da primeira vez. Ela descobre que o Ponto Ômega foi bombardeado e que não houve sobreviventes. Um choque! Mesmo tendo colocado fim ao seu relacionamento com Adam, ela agora está sozinha no mundo novamente. Mesmo com Warner, com toda a sua dedicação, e que mais uma vez fará tudo o que tiver ao seu alcance para que ela se sinta bem, em casa e segura, Juliette não quer se acomodar, ela quer vingança e liberdade. Principalmente agora que Warner está disposto a colaborar derrubando o Restabelecimento. Atencioso, ele a leva até o Ponto Ômega para que ela veja a destruição que tudo está agora, desolação total. Mas para sua surpresa ela descobre que nem tudo está perdido. Ela reencontra Kenji que a leva ao esconderijo dos demais sobreviventes, entre eles Adam e James. Agora sua felicidade está completa, agora ela tem de volta os seus amigos e a base que ela precisa para a resistência contra o Restabelecimento, só terá que convencê-los, principalmente a Adam que não aceita em hipótese alguma a aproximação entre Juliette e Warner. Mas Juliette está convencida que agora seu destino é mesmo lutar pela liberdade da população contra o Restabelecimento e não quer ouvir falar em envolvimentos, por isso foge dos assédios de Warner e de Adam. Ela agora não é mais aquela jovem indefesa de outrora, sua realidade é outra e está determinada a vencer o comandante Anderson, e para isso ela deverá contar com o improvável: a união das forças entre Warner e Adam, dois inimigos mortais.
...Sei como é viver como se eu não existisse, trancada e isolada da sociedade. E não quero isso de novo. Não posso. Finalmente cheguei a um ponto na minha vida em que não tenho medo de falar. Em que minha sombra não me assusta mais. E não quero perder essa liberdade... de novo, não. Não posso andar para trás. Eu prefiro levar um tiro e ser morta gritando por justiça a morrer sozinha em uma prisão feita por mim mesma. (Pág.116).
Bom, neste livro eu tive que falar o mínimo possível, porque qualquer coisa poderia ser um big spoiller, coisa que não queremos, pois este livro deve e merece ser lido com todas as expectativas possíveis até o fim, para honrar cada emoção, que são muitas em todas as suas páginas. Não é exagero meu, pois eu realmente quase tive uma síncope lendo-o. Eu tinha me apaixonado por Estilhaça-me, mas não tinha gostado taaanto assim de Liberta-me, porque Juliette foi muito mosca morta, porém neste livro a nossa heroína faz por merecer o título, saindo da inércia e se transformando. Sem contar também com as mudanças de Warner, desde o conto que desvenda sua personalidade. A autora teve um time perfeito com as reviravoltas, as cenas de ira e também as cenas mais quentes, que foram ótimas, talvez tenha pecado um pouquinho na cena da batalha, mas foi uma coisa muito sutil na minha opinião, e que não comprometeu o desenlace final. Eu adorei o fim da série e espero que vocês também gostem e me conte. Favoritei.

Mafi, Tahereh. Incendeia-me. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2014. 


Read more...

Bob Um gato fora do normal - James Bowen

quinta-feira, 3 de julho de 2014

“Nós ganhamos segundas chances todos os dias, mas geralmente não as aproveitamos. E então eu conheci o Bob.” James Bowen é um músico sem-teto que se apresenta nas ruas de Londres para sobreviver. A partir do momento em que ele encontra um gato de rua machucado, com o pelo cor de laranja e grandes olhos verdes, sua vida começa a mudar. Juntos, James e Bob enfrentam o mundo – e vencem. Uma história verdadeira sobre amor e amizade que vai fazer você sorrir muito. Bob - Um gato fora do normal - Versão inédita, com fotos coloridas, do Best-Seller "Um Gato de Rua Chamado BOB" - James Bowen

James era um homem que ainda não tinha atingido os trinta anos, mas já era bem desiludido com a vida. Em franca recuperação das drogas, ele não se apegava a nada e nem a ninguém, vivendo sua vida um dia por vez, sem compromissos, tocando seu violão pelas ruas de Londres e ganhando apenas o necessário para viver com o básico. Um dia retornando de sua lida, ele encontra em sua porta um gato bem laranja, com uma cara muito esperta, mas que se encontrava muito machucado. Penalizado ele recolhe o bichano para cuidar e depois soltá-lo para que seguisse seu caminho, mas para sua surpresa o gatinho não quis ir embora. Animado com esta inesperada companhia, James começou a pensar também nas necessidades do gato, além das suas próprias. Ele deixou de pensar em si mesmo como prioridade para pensar também no bem estar do seu novo amigo. Levou ao veterinário, comprou os remédios necessários à sua recuperação e comprou também rações especiais. Ao sair para trabalhar, James passou a ter a companhia de Bob, nome dado por ele ao seu novo companheiro. Os dois iam juntos todos os dias, saindo de casa e pegando ônibus para chegar ao seu destino, tocava por algumas horas e faziam o caminho de volta. Esta passou a ser uma rotina dos dois. Ele alternava a caminhadas com preso à ele por um cadarço ou carregando –o nos ombros, empoleirado todo garboso. A partir de então James sempre tinha como meta ganhar o suficiente para a sobrevivência de ambos e com isto aos poucos estes dois amigos passou a despertar a simpatia das pessoas, por todos os lugares que passavam, conquistando não só a atenção, mas o carinho e também a inveja desta amizade tão carismática.
Pessoas como eu acabam nas ruas por muitos e diferentes motivos e, mas existem sempre muitas semelhanças. Drogas, bebidas e problemas familiares são assuntos frequentemente relevantes. Com certeza, eles também foram decisivos na minha história. (Pág.23)
Bom. Eu sei que existem muitas pessoas que são apaixonadas pelos bichos e até acho bonito, mas eu não compartilho a mesma simpatia. É claro que não aceito que se faça covardia e repreendo qualquer um que a faça, mas eu prefiro não me apegar a nenhum animalzinho, pois já o fiz antes e sofri. Achei a história de James muito lúcida e bonita, pois para uma pessoa largada no mundo, que só se importa consigo mesmo de repente se apega a um bicho de estimação de uma forma que este acaba se transformando em sua tábua de transformação e salvação, revirando sua vida de forma positiva, são exemplos a serem seguidos e compartilhados.
  • Um gato de rua chamado Bob
  • O mundo pelos olhos de Bob
  • Bob um gato fora do normal
Bowen, James. Bob um gato fora do normal. Ribeirão Preto, SP; Novo Conceito Editora: 2014.



Read more...

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados