Enquanto a chuva caía - Christine M.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?
Cada um possui sempre a defesa pronta para suas atitudes, mas nem sempre tem um planejamento para as suas consequências. Erick possui uma profissão obscura, mas que lhe rende muito trabalho e perigo. Após a conclusão de um destes trabalhos que quase lhe custou a vida, ele foi obrigado a se retirar de cena, indo morar em Nova Iorque, cidade esta que muito lhe desagradava, principalmente por se tratar de férias mais do que forçadas, mas se o objetivo era manter o perigo longe de sua irmã e sobrinhos, ele faria este sacrifício. Mesmo que estivesse indo trabalhar como assessor jurídico em uma das maiores empresas de auditoria do mundo, vivendo em uma cidade considerada espetacular, nada disso o deslumbrava, pois seu lugar era mesmo o Brasil, país que muito ama, mas enquanto houvesse risco ele deveria se submeter.
Marina ainda sofria muito a sua prematura viuvez aos 24 anos de idade e também pela doença do pai, que a obrigou a assumir os negócios da família, tendo que enfrentar a desconfiança de todos na empresa devido a sua pouca experiência. Mas ela vive um dia de cada vez e pelo menos no quesito CEO, ela estava cumprindo bem o seu papel, mesmo com o auxílio em tempo integral de seu grande e melhor amigo Jamie, que era não só praticamente um irmão, mas seu assessor que a apoiava tanto profissionalmente e  principalmente no lado pessoal, ajudando-a a não enlouquecer remoendo suas dores e as de  seu pai  que está cada dia mais afetado pela doença. Até que ela conhece Erik em uma noite chuvosa, em um bar em que ela entrou para pedir ajuda para uma simples troca de pneu, e é surpreendida ao descobrir pelo próprio que é funcionário dela. A partir deste momento ela foi incapaz de tirá-lo da cabeça, pensando a todo o momento quando iria encontrá-lo novamente, e enfim voltando a despertar para a vida, para os sentimentos há muito enterrados junto com seu primeiro amor. Não irá demorar para que se entreguem sem reservas a esta paixão avassaladora, e mesmo que este romance esteja o tempo todo rodeado por mistérios, enigmas e ameaças que possa comprometer a confiança e afastá-los para sempre.
“Não sei o nome do que estou sentindo por essa moça de cabelos naturalmente coloridos e também não sei se deveria estar me aproximando tanto porque meu faro, aquele que não deixa nada escapar, me diz que ela é confusão das grossas. Contudo, sei que é tarde demais para querer me afastar, e sei também que é bom demais para que eu queira que acabe. Percebo que, enfim, existe algo que está acima de todas as coisas que não sei e de todas as outras de que só desconfio: Marina.” (Pág.137).
Eu estava louca para ler mais um livro  desta autora novamente. Desde Sob a luz dos seus olhos que não lia nada, apesar de ter todos os livros lançados depois. A escrita continua perfeita, mas o primeiro livro continua sendo o meu queridinho, o que não desmerece em nada o atual. Adorei ver esta mescla de mistério com drama e muito paixão, tudo em um só enredo, ai ai. Fiquei presa no desenlace dos mistérios e em alguns momentos agoniada com a direção que alguns fatos tomavam. É fácil deixar-se levar pelas aparências mas, enquanto lia, as cenas que me vinham à minha mente eram como telas de filmes, com a riqueza dos detalhes sem se tornar maçante, ao mesmo tempo doce e alguns toques de acidez coerentes com a realidade. Encantador e romântico é o que posso dizer sobre este livro que vocês precisam conferir e nos dizer o que acham e principalmente conhecer esta autora que escreve lindamente.

M., Christine. Enquanto a chuva caía. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2014.


Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados