Jogos do prazer - Madeline Hunter

sexta-feira, 30 de maio de 2014

A bela Roselyn Longworth já aceitou seu destino. Depois que o irmão fraudou o banco em que era sócio e fugiu do país levando o dinheiro dos clientes, suas finanças ficaram arruinadas, assim como suas chances de conseguir um bom casamento. Por isso foi fácil acreditar nas falsas promessas de amor de um visconde. Mas a desilusão não demorou a chegar: quando Rose não se sujeitou a seus caprichos na cama, o nobre se vingou leiloando-a durante uma festa em sua mansão. Ela acredita que o destino lhe reserva um fim trágico. Ainda mais ao ser arrematada por Kyle Bradwell, um homem que venceu na vida pelo próprio esforço, mas não é bem-vindo nos círculos mais exclusivos. Mas a jovem é surpreendida pela atitude dele, que a trata com um respeito e uma gentileza que ela não recebia desde antes do escândalo envolvendo o irmão. Quando Rose finalmente descobre o que está por trás do comportamento de Kyle, é tarde demais: já foi fisgada pelo homem que conhece seus segredos mais íntimos.
Roselyn estava pagando todos os seus pecados. Como pudera acreditar nas promessas de um homem sem honra como Norbury? Agora ela estava passando pela mais vil das humilhações: sendo leiloada como uma cortesã, ou nem isto, pior até. Sendo alvo do deboche e do escárnio de homens que queriam se vingar de seu irmão Timothy. Para sua sorte naquela noite estava presente Kyle Bradwell, uma homem bonito e forte, mas sem berço nobre, mas que ainda assim arriscou uma pequena fortuna para salvá-la daquele martírio e levá-la de volta à casa da prima Alexia, esposa de lorde Hayden Rothwells. A reputação de Roselyn que não era boa em virtude das falcatruas do irmão, agora se tornou pior, pois perder a virtude com um homem sem escrúpulos será o escândalo sem precedentes e com isto ela decide se retirar para a residência da família no campo, vivendo em exílio absoluto para não manchar a reputação de sua família com mais este escândalo. Principalmente Alexia e Hayden que tanto fizeram para ampará-la.
Kyle é um homem que conquistou seu espaço, ainda que não tenha antecedentes nobres, soube aproveitar as oportunidades concedidas por conde Cottington, pai de Norbury, e este também foram um dos motivos que alimentou a ira do mesmo por toda a vida, pois ele sabia que seu pai fazia isto em função de seu comportamento do passado. Kyle estudou e se tornou um profissional respeitado, mas ainda assim sempre seria um filho de mineiro sem nome, mas que caiu nas graças de Easterbrook, cunhado de Alexia e que por muito estimá-la, propõe a Kyle um acordo matrimonial e que ele vai ter que escolher...

- Calcule seus ganhos e perdas, Srta. Longworth, e deixe que eu calcule os meus. Se eu não quisesse, não me casaria por nada, independente de sua fortuna, família ou pureza. (Pág.80)
Falar desta série é puro amor! é difícil dizer qual livro é o melhor, mas posso dizer com certeza, todos são maravilhosos, todos são muito amor e sedução. Tem toda a questão da sociedade puritana e de falso recato, mas também é permeado pelos dramas pessoais de cada um. A peculiaridade deste livro é a condição dos protagonistas, que são marginalizados. Ela por ser irmã de um homem que lesou seus clientes e ele por ser um filho de mineiro que nasceu sem nobreza no nome, mas uma enorme nobreza de coração. Uma união perfeita que os fará se apaixonar.


Hunter, Madeline. Jogos do prazer. São Paulo; Arqueiro, 2014.


Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados