A filha do louco - Megan Shepherd

sexta-feira, 25 de abril de 2014


Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira - e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá- la... Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.

 A Filha do Louco é inspirado no clássico “A Ilha de Dr. Moreau”, um livro de ficção cientifica de H.G.Wells (1896), onde é contada a historia do Dr. Moreau, um médico que fazia experiências cirúrgicas para transformar animais em homens. Já em A Filha do Louco, acompanhamos a historia de Juliet Moreau, a filha do Dr. Moreau, que apesar de não ter nada a ver com a fama de seu pai, os londrinos não deixam-na esquecer o escândalo que destruiu sua família. Até que Juliet começa a ter pistas do paradeiro de seu pai, que supostamente estava morto – assim como sua mãe.

 Na busca da moça por respostas sobre o seu pai, ela acaba chegando até Montgomery – um jovem bonito que trabalhava para a família Moreau, que ajuda Juliet na busca ao seu pai, e durante a viagem, acabam conhecendo Edward Prince, um naufrago cheio de mistérios. E acompanhamos a viagem dessas três pessoas que correm um enorme risco nesta aventura, até porque, o destino deles é um lugar terrível: A ilha do Dr. Moreau.


Após o escândalo vir a público e meu pai desaparecer, eu e minha mãe passamos a ser ignoradas pelas companhias que chamávamos de amigos. Até mesmo a igreja fechou suas portas para nós. O governo confiscou nossa casa e o patrimônio da família, alegando que meu pai era um criminoso.  pag. 27

Sabe aqueles livros que desde a primeira pagina você sabe que vai gostar dele? Pois é, A Filha do Louco é um desses. Com personagens bem trabalhados, personalidades fortes e marcantes, impossível não se apegar a eles. O livro tem todo um ar sombrio, cheio de mistério, e Megan tem um jeito de escrever que me prendeu na leitura de uma forma linda; uma narrativa intensa, que me fez ficar desesperada quando eram citadas as dores dos animais. Afinal, todas essas experiências do Dr. Moreau significam crueldade ou genialidade?

O primeiro livro de uma trilogia, e estou mais do que empolgada com ela. Achei simplesmente fascinante o enredo, e tenho grandes expectativas para a continuação; sem falar no trabalho lindo da editora, a capa ficou simplesmente encantadora (como quase sempre). Enfim, é isso, aguardo ansiosamente pela continuação, e se você também quer descobrir o desfecho de uma trilogia que (espero eu) será fascinante, leia.

Shepherd, Megan. A filha do louco. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2014.



Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados