As regras da sedução - Madeline Hunter

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden. Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo. Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

Ela pesou as obrigações e contrapartidas deste casamento. A balança pende tanto a seu favor que não poderia negar. Se uma mulher quisesse um casamento prático, o melhor partido seria lorde Hayden Rothwell. (Pág.133) 

Mesmo após ter perdido o primo, aquele que era seu melhor amigo e que no seu coração, também era seu amado, Alexia ainda tinha esperanças de conseguir um marido. Se não bastasse seu pai ter ido à falência antes de morrer e deixá-la sem onde cair morta, ela só conseguiu abrigo na casa dos primos, e ali vivia com Rose, Irene e Timothy, o primo mais velho que herdou o banco da família depois que Benjamim faleceu na guerra, Alexia iria agora passar por mais um choque. Ela não sabe, mas seu primo Timothy andou realizando perigosas transações, e agora Lorde Hayden é o portador da notícia da ruína financeira e social que sua família irá mergulhar de agora por diante. E infelizmente para Alexia, seu primo Timothy, com a sua imensa “praticidade” e “generosidade”, deixou bem claro que não poderá sustentar mais uma boca além à das próprias irmãs. Mais uma vez Alexia está entregue à própria sorte e culpa Hayden, pois de agora em diante há poucas possibilidades para uma vida honrada. Até que para sua surpresa ela é convidada pelo próprio lorde Hayden a ser preceptora de sua prima que irá residir na casa em que ela viveu nos últimos anos. Apesar da humilhação da queda de senhora da casa para uma mera empregada, ela tem que engolir o orgulho para não ter um futuro pior.  Mesmo que isso represente conviver com o autor da derrocada da família e resistir à atração arrebatadora que toma conta de seu corpo, cegando seu quase inabalável bom senso. Resistir será impossível, até que Alexia se verá dividida entre um casamento de conveniência e a lealdade com os primos.
Quem resiste a um arrebatador romance de época, com direito a comédia e paixão? Esta é marca deste primeiro livro de uma trilogia que promete nos deixar suspirando... Lorde Hayden é perfeito, um cavalheiro como nenhum outro: honrado, sensato e que luta com seus próprios demônios. Enquanto que Alexia é o bom senso em pessoa, comedida e leal. Muita história para viver, pois enquanto Alexia pensa as piores coisas de Hayden, mal sabe ela que na verdade ele está em uma posição totalmente inversa à que ela o colocou.
Este livro faz parte da coleção Romances de Época da Arqueiro, e eu e a Fernanda estaremos dia 17/05/2014 na Leitura BH Shopping pra contar um pouco mais desta história, portanto estão todos convidados.

Hunter, Madeline. As regras da sedução. São Paulo, Arqueiro; 2013. 

Read more...

Momento música #129

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Bom dia amigos!!!
Mais uma semana curta, pois temos feriado quinta-feira, mas antes disso vou trabalhar muito... Ouvindo música é claro!

Ilusion - Marisa Monte e Julieta Venegas


Read more...

Promoção: Dia das mães

domingo, 27 de abril de 2014



Boa tarde!

Pensar em um livro perfeito e que tem tudo a ver com o dia das mãe é difícil, mas este livro se encaixa perfeitamente no quesito de homenagear as mães. E se você deseja descobrir porque ou dá-lo de presente à sua mãe, é só participar desta promoção que será sorteado no dia das mãe, seguindo as regras bpasucas:
  • Comentar no post da promoção;
  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Seguir o blog no GFC

a Rafflecopter giveaway

Read more...

A filha do louco - Megan Shepherd

sexta-feira, 25 de abril de 2014


Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira - e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá- la... Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.

 A Filha do Louco é inspirado no clássico “A Ilha de Dr. Moreau”, um livro de ficção cientifica de H.G.Wells (1896), onde é contada a historia do Dr. Moreau, um médico que fazia experiências cirúrgicas para transformar animais em homens. Já em A Filha do Louco, acompanhamos a historia de Juliet Moreau, a filha do Dr. Moreau, que apesar de não ter nada a ver com a fama de seu pai, os londrinos não deixam-na esquecer o escândalo que destruiu sua família. Até que Juliet começa a ter pistas do paradeiro de seu pai, que supostamente estava morto – assim como sua mãe.

 Na busca da moça por respostas sobre o seu pai, ela acaba chegando até Montgomery – um jovem bonito que trabalhava para a família Moreau, que ajuda Juliet na busca ao seu pai, e durante a viagem, acabam conhecendo Edward Prince, um naufrago cheio de mistérios. E acompanhamos a viagem dessas três pessoas que correm um enorme risco nesta aventura, até porque, o destino deles é um lugar terrível: A ilha do Dr. Moreau.


Após o escândalo vir a público e meu pai desaparecer, eu e minha mãe passamos a ser ignoradas pelas companhias que chamávamos de amigos. Até mesmo a igreja fechou suas portas para nós. O governo confiscou nossa casa e o patrimônio da família, alegando que meu pai era um criminoso.  pag. 27

Sabe aqueles livros que desde a primeira pagina você sabe que vai gostar dele? Pois é, A Filha do Louco é um desses. Com personagens bem trabalhados, personalidades fortes e marcantes, impossível não se apegar a eles. O livro tem todo um ar sombrio, cheio de mistério, e Megan tem um jeito de escrever que me prendeu na leitura de uma forma linda; uma narrativa intensa, que me fez ficar desesperada quando eram citadas as dores dos animais. Afinal, todas essas experiências do Dr. Moreau significam crueldade ou genialidade?

O primeiro livro de uma trilogia, e estou mais do que empolgada com ela. Achei simplesmente fascinante o enredo, e tenho grandes expectativas para a continuação; sem falar no trabalho lindo da editora, a capa ficou simplesmente encantadora (como quase sempre). Enfim, é isso, aguardo ansiosamente pela continuação, e se você também quer descobrir o desfecho de uma trilogia que (espero eu) será fascinante, leia.

Shepherd, Megan. A filha do louco. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2014.



Read more...

Enders - Lissa Price

quarta-feira, 23 de abril de 2014


Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do ir- mão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

ATENÇÃO, ESTE LIVRO É A CONTINUAÇÃO DE STARTERS E PODE CONTER SPOILERS!


Enders começa com Callie morando com Tyler e seu amigo Michael na mansão que herdou de sua inquilina. Mesmo após de ter conseguido a destruição da Prime Destinations e ter salvo vários Enders, e seu irmão, Callie ainda não está totalmente livre do pesadelo em que viveu na Prime, o Velho não só acessa os pensamentos da garota, como também fala em sua mente, e enxerga através de seus olhos. O que só prova que a guerra ainda não está concluída, mesmo com a empresa destruída, o Velho não será derrotado tão facilmente.

Ainda em busca de uma solução para tirar o chip que foi implantado em sua cabeça, e tentando achar uma maneira de descobrir a identidade do Velho, Callie se encontra sozinha nesta nova luta. Mas Hyden  – um garoto cheio de mistérios, dizendo-se disposto à ajuda-la  e que sabe coisas do Velho que ninguém mais sabe. Mas como o próprio Velho lhe disse: “Não confie em ninguém além de você mesma. E, em seguida, questione essa confiança”; será que Callie deve confiar no que Hyden diz? Será que ela conseguirá encontrar as respostas para todas as perguntas que têm em sua cabeça?

Eles não vão ajudar você. Eles não podem ajudar você. Você está sozinha.

 Após terminar a leitura de Starters eu mal pude conter a minha empolgação para o segundo livro, criei mil expectativas e tal. A escrita da autora continuou boa e cativante, com a dose certa de ação, suspense e romance. Os personagens continuaram da mesma forma que o primeiro livro, porem, suas personalidades foram mais mostradas em Enders; Callie ficou ainda mais forte e cativante; e Hyden me conquistou desde a primeira vez que apareceu e eu nem sabia o seu nome, o mistério sobre o passado dele só aumentou mais a minha curiosidade com o final do livro.

Com um enredo ótimo, e um final surpreendente, Lissa soube dosar a historia para não ficar massante, e sem sentido; adorei o fato da autora ter feito apenas uma duologia, diferente de outros autores que fazem uma série enorme e fica "enchendo linguiça" e perdendo o foco. A capa ficou linda, como a primeira, e mil vezes melhor que a dos EUA. Valeu muito a pena a leitura, tive mais satisfações que decepções; uma das melhores distopias que já li. Então, se você leu o primeiro, leia o segundo; e se você não leu o primeiro, leia logo para ler o segundo.

Price, Lissa. Enders. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2014.

Read more...

Momento música #128

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Bom dia!!!

Segunda-feira de muita alegria porque hoje é feriado!!!!!!!!!!!
Mesmo assim temos que ter música e esta foi escolhida a dedo pela beleza.

Para você guardei o amor - Nando Reis e Ana Cañas


Read more...

Resultado Promoção Páscoa Literária

domingo, 20 de abril de 2014


Bom dia e Feliz Páscoa, com muita saúde e paz para todos!
Hoje temos os ganhadores da promoção Páscoa Literária e os sortudos são...

Do primeiro kit contendo os livros Na companhia das estrelas e O poder da energia.


do segundo kit com os livros A livraria 24hs do Mr. Penumbra e A arte da imperfeição.



Parabéns Thais e Luciane.

Eu já enviei o e-mail comunicando o resultado e vocês tê três dias para me enviar os dados.

Beijos

Read more...

A garota que eu quero - Markus Zusak

sexta-feira, 18 de abril de 2014

 O Rube nunca amou nenhuma delas. Nunca se importou com elas. Nem é preciso dizer que Rube e eu não somos muito parecidos em matéria de mulher. Cameron Wolfe é o caçula de três irmãos, e o mais quieto da família. Não é nada parecido com Steve, o irmão mais velho e astro do futebol, nem com Rube, o do meio, cheio de charme e coragem e que a cada semana está com uma garota nova. Cameron daria tudo para se aproximar de uma garota daquelas, para amá-la e tratá-la bem, e gosta especialmente da mais recente namorada de Rube, Octavia, com suas ideias brilhantes e olhos verde-mar. Cameron e Rube sempre foram leais um com o outro, mas isso é colocado à prova quando Cam se apaixona por Octavia. Mas por que alguém como ela se interessaria por um perdedor como ele? Octavia, porém, sabe que Cameron é mais interessante do que pensa. Talvez ele tenha algo a dizer, e talvez suas palavras mudem tudo: as vitórias, os amores, as derrotas, a família Wolfe e até ele mesmo.
“Mesmo quando se apoiou no portão com as duas mãos e sua voz vacilou, Octavia estava linda, e não digo isso em um sentido sexual. Quero dizer apenas que eu gostava dela. Tinha pena dela e lamentava pelo que Rube estava fazendo com ela. Seus olhos me sorriam, apenas por um instante. Um dos sorrisos magoados que a pessoa nos dá para nos dizer que está bem, apesar de estar longe disso.” (Pág. 52)
Cameron é o caçula de três irmãos da família Wolfe. Seu irmão mais velho é Steve, um jogador futebol americano e já possui uma carreira de destaque, já conquistou sua independência,  e não mora mais com os pais, restando somente Rube e Cam. Rube é o irmão que todas as garotas caem aos pés e ele tem plena consciência de seu poder de atração e abusa neste sentido, trocando de namoradas como troca de roupas. Cam fica de longe observando o comportamento leviano do irmão, mas nunca interferiu mesmo não concordando com esta atitude. A natureza de Cam é bem outra, mesmo que nunca tenha namorado alguém. Mas para ele, uma menina merece ser tratada com muito carinho. Ele tem um estranho hábito de se postar diante da casa de uma garota e devanear, mesmo que ela nunca nem tenha olhado em sua direção.
O destino de Cameron muda quando ele conhece Octavia, a última namorada de Rube. De todas é a que ele acha mais legal, pois de todas as que já tinham passado por ali, ela foi a única que reconheceu sua existência sem trata-lo como um estorvo inconveniente. E ele se condoía de saber que mesmo ela sendo legal, ela seria mais uma vítima de Rube. Mesmo amando o irmão e sendo parceiros, já que sempre estavam juntos para ajudar o pai aos sábados no trabalho, para jogar futebol e até mesmo passear com o horroroso cachorro do vizinho, ele e o irmão estavam a anos luz no quesito mulheres, e ele definitivamente gostava de Octavia.

Desde que eu li “A menina que roubava livros”, me senti na obrigação de ler tudo do Markus Zusak. E de alguma forma eu me senti muito atraída pelo título “A garota que eu quero”. Belos títulos assim como as capas me atraem, e muitas vezes acabo escolhendo o livro somente por estes quesitos. Até que coloquei este livro na lista de desejados do skoob e o ganhei de aniversário da Renata Ávila. No inicio do livro achei um pouco chatinho, mas aos poucos eu fui sendo envolvida pela poesia da história. Entre um capítulo e outro tem um poema de Cameron, onde ele retrata seus sentimentos e aflições típicos da adolescência. Aos poucos vamos acompanhando o amadurecimento do personagem e de seu reconhecimento por sensibilidade e coragem. Markus mantém a poesia de seus personagens cativantes e emocionantes.
 Depois que já estava no meio do livro é que fiquei sabendo que se trata de um terceiro livro de uma série que fala de cada irmão, mas não houve interferência da leitura. Os outros dois livros são:
  • O azarão
  • Bom de briga
  • A garota que eu quero 
Zusak, Markus. A garota que eu quero. Rio de Janeiro, Intríseca; 2013.

Read more...

Adeus à inocência - Drusilla Campbell

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Madora tinha 17 anos quando Willis a “;resgatou”;. Distante da família e dos amigos, eles fugiram juntos e, por cinco anos, viveram sozinhos, em quase total isolamento, no meio do deserto da Califórnia. Até que ele sequestrou e aprisionou uma adolescente, não muito diferente do que Madora mesmo era, há alguns anos... Então, quando todas as crenças e esperanças de Madora pareciam sem sentido — e o pavor de estar vivendo ao lado de um maníaco começava a fazê-la acordar —, Django, um garoto solitário, que não tinha mais nada a perder depois da morte trágica de seus pais, entrou em sua vida para trazê-la de volta à realidade. Quem sabe, juntos, Django, Madora e seu cachorro Foo consigam vislumbrar alguma cor por trás do vasto deserto que ajudou a apagar suas vidas?
Madora nunca se recuperou do suicídio do pai. Era difícil para ela entender a decisão de seu pai e sua mãe não tinha o pulso necessário para controlá-la. Por isso aos 17 anos ela estava à um curto passo de se deteriorar para as drogas quando ela conheceu Willis Brock. Por um período de tempo, ele deu a ela uma nova visão da vida. Para Madora ele era seu herói, seu salvador e faria de tudo para não contrariá-lo.
Por muito tempo ela considerou as esquisitices de Willis um comportamento normal. Afinal tudo o que ele queria era se tornar um grande médico e para isso tudo era aceitável: viverem isolados no deserto de Yuma, ela não falar mais com a mãe, não poder trabalhar, desistir de seus próprios sonhos...
Até Linda chegar, Madora passava seu tempo resgatando pequenos animais feridos e cuidando deles, mesmo que contrariasse Willis. E agora Willis resolveu ajudar Linda, uma garota de rua, largada e grávida.
Pobre infeliz. Madora sabia o que significava ser jovem e perdida, com medo de tudo e fingindo nada temer. (Pág47)
Agora Madora tem que lavar, limpar e cozinhar para Linda, lhe tirando o pouco de liberdade que ela tinha, pois estas são as determinações de Willis. Madora começa a perceber uma realidade diferente. Ela começa a entender que as razões de Willis estão longe de ser aceitáveis pela sociedade, e ela está começando a se amedrontar.
Django é um garoto de 12 anos com uma inteligência acima da média. Ele tinha uma vida feliz com o seu pai, um antigo astro do rock e sua amorosa mãe, até que eles se foram e ele teve sua vida revirada pela perda dos pais e foi morar com uma tia que nunca conheceu.
Madora e Django, duas criaturas que se tornaram produtos da solidão e que seus destinos irão se cruzar transformando a vida de cada um deles de uma forma incrivelmente inesperada.

Antes de começar a leitura, eu tinha lido somente a resenha da Fernanda do Viagem literária e ela tinha gostado muito do livro, e então fiquei animada. Confesso que o livro não é nada daquilo que eu esperava, mesmo assim, não menos surpreendente. Acredito que devam existir no mundo várias formas de sequestro e neste livro podemos assistir o sequestro físico e o emocional. Teve vários momentos que eu senti uma raiva de Madora, por sua apatia e passividade, e ao mesmo tempo um transbordo de piedade por uma alma tão carente. Uma semana após concluir a leitura eu ainda me pegava pensando em Madora, em seu destino, em suas decisões. Para mim, caberia mais um capítulo, pois é impossível não se criar na mente, um futuro para os personagens. 

Campbell, Drusilla. Adeus à inocência. Ribeirão Preto, SP. Novo Conceito Editora, 2013. 



Read more...

Momento música #127

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Bom dia!
Para os amantes de música nada melhor do que ouvir música o boa logo cedo, não é mesmo. Sei bem que gosto é relativo e cada um tem o seu. Mas quem sabe, combinamos não combinamos nessa? Dica da Evelyn!


Sirens - Pearl Jam


Read more...

Promoção Dia das mães

sábado, 12 de abril de 2014



SURPRESA! SÃO 11 LIVROS!


Filhos de vossas mães, faltam precisamente 29 dias para aquele dia do ano em nós agradecemos pelas nossas mamães, pelas pessoas que nos criaram com todo cuidado e amor, o dia em que nós comemoramos com elas. Ou o dia em que comemoramos com os filhos, para quem é dona do dia e merece um grande Parabéns! 


Neste ano, no dia 11 de maio, comemoraremos o Dia das Mães!


E, para te ajudar no presente da mamãe, para vocês lerem juntos, para trazer a felicidade de qualquer forma, nós, mais uma vez, juntamos vários blogs numa superpromoção!

Veja bem:
Serão sorteadas duas pessoas. A primeira fica com o kit 1, e a segunda com o kit 2.

Kit 1 (prêmio + responsável)



De volta para casa - Tesouro Literário
A vez da minha vida - Giro Letra
O momento mágico - Na Cabeceira da Cama
A filha da minha mãe - Tô Pensando em Ler
Um Lugar para Todos - Amantes por Livros e Filmes
+
1 par de brincos - Lêloka Rock Store

Kit 2 (prêmio + responsável)






Tempo de mudanças - Três Lápis
A breve segunda vida - Livros de Elite
O começo do adeus - Doces Letras
A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra - Falando Sobre Livros
Sedução entre amantes - Na Próxima Página
Talvez um dia - I Love My Books
+
01 toalha de rosto bordada personalizada* - Passaporte Literário


Gostou? Vamos participar?
É só preencher o forumlário aqui embaixo e, qualquer dúvida, é só entrar em contato com algum dos blogs participantes!


a Rafflecopter giveaway

O(a) ganhador(a) tem até 5 dias úteis para informar seus dados (nome completo e endereço), através do formulário de contato do blog Giro Letra (clique aqui). O prêmio será enviado, pelos Correios, em até 30 dias. É responsabilidade do(a) ganhador(a) receber o prêmio, caso este seja devolvido ao remetente, não será realizado o reenvio. É necessário que o(a) sortudo(a) tenha endereço de entrega no Brasil.


* O(a) ganhador(a) do Kit 2 pode escolher a palavra que quer bordada na toalha (pode ser "mãe", seu próprio nome ou o nome de sua mãe).

Read more...

Entre o amor e a paixão - Lesley Pearse

quarta-feira, 9 de abril de 2014


 Uma mulher dividida entre o compromisso e o calor de um relacionamento passado." No início da Primeira Guerra, Jimmy, o marido de Belle Reilly, é levado para as trincheiras mortais do norte da França e Belle percebe que não pode ficar de braços cruzados quando tantos estão sacrificando suas vidas. Armada de coragem e boa vontade, ela se torna voluntária como motorista da Cruz Vermelha, também na França. Então, enquanto cumpre seu dever humanitário, um trágico acidente lhe coloca frente a frente com Etienne — o homem que fez parte de seu passado e a quem nunca esqueceu completamente. Dividida entre a paixão proibida por Etienne e a lealdade e o amor por Jimmy, Belle encontra-se em uma situação impossível. A confusão de seus sentimentos, misturada à escuridão da mais brutal das guerras, a levará a sucumbir para sempre, ou a força da vida será maior e a conduzirá, finalmente, à verdadeira felicidade?

ATENÇÃO, ESTE LIVRO É A CONTINUAÇÃO DE BELLE E PODE CONTER SPOILERS!


Londres, 1914, após 2 anos desde o final do primeiro livro, está casada com Jimmy e tem a sua tão sonhada loja de chapéus em Blackheath – um lugar que ninguém sabe sobre o seu passado, e gravida de seu primeiro filho. Uma vida perfeita após tanto sofrimento que ela passou, mas este ano é o ano em que se iniciou I Guerra Mundial; e é este cenário que vemos: Jimmy se alista no exercito para lutar pelo seu país na Guerra, e Belle novamente em apuros sem saber o que será de sua vida. E aí que Etienne – uma antiga paixão de Belle, ressurge para ver se Belle está bem e feliz, antes de retornar a França e se alistar no exército. Assim, infeliz com sua loja de chapeis, e altamente preocupada com Jimmy no campo de batalha, e completamente indignada com suas clientes por só pensarem em coisas fúteis enquanto os homens dão suas vidas para defender o país. Belle então, decide se alistar como voluntária no hospital militar de Londres, para ajudar os soldados. E é aí que acompanhamos mais uma historia com sofrimento e dor, muito mais desgraçada quem em Belle.

Você acha que não é nada ajudar a salvar a vida dos soldados? – Belle soltou um suspiro. – Para mim, é muito mais gratificante do que fazer chapéus para mulheres vazias que tem mais dinheiro do que bom senso.   pag. 150

Bom, para começo de conversa, eu não esperava que Belle tivesse continuação, porque, na minha opinião, o primeiro livro já tinha resolvido todos os problemas e tudo mais. E, não que eu tenha achado Entre o Amor e a Paixão ruim, mas sei lá, acho que ele não era tão preciso assim. Enfim, mas vamos ao que interessa, rs, Bom, para começo de conversa, eu não esperava que Belle tivesse continuação, porque, na minha opinião, o primeiro livro já tinha resolvido todos os problemas e tudo mais. E, não que eu tenha achado Entre o Amor e a Paixão ruim, mas sei lá, acho que ele não era tão preciso assim. Enfim, mas vamos ao que interessa, rs, Lesley fez um ótimo trabalho em questão à historia da Guerra e tudo mais, ficou fiel e bem realista, tão realista que algumas vezes doía em mim.

Os personagens foram trabalhados de maneira mais profunda, porem, ainda vejo Jimmy como um garoto, mesmo com essa coisa de se alistar no exercito e com todas as provações que ele passou nesta segunda parte da historia. E, quanto a Belle, sério, pra que tanto sofrimento na vida dessa mulher? Lesley é realmente muito dramática.

Ok, ok, mesmo com toda essa minha visão meio negativa sobre o livro, eu não posso negar que ele me impressionou, com muito sofrimento e drama. Pearse conseguiu me conquistar mesmo com um livro que eu não vi necessidade de ser escrito, a autora parece ter um dom de fazer uma narração que nos prende e nos deixa sem fôlego. Enfim, se você leu Belle, você precisa ler Entre o Amor e a Paixão. Beijos, até mais!


Read more...

Momento música #126

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Bom dia!
Mais UMA Semana de para realizarmos muitos Objetivos. E Vamos Comecar com UMA boa Música! Este Fim de Semana Aconteceu o festival internacional Lollapalooza e dai that was hum caldeirão de Inspiração??

Latch feat Sam Smith- Disclosure


Read more...

A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra - Robin Sloan

sexta-feira, 4 de abril de 2014


 A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas Jannon é curioso…

Clay Janon é um cara que tinha um bom emprego em uma grande empresa, mas, uma crise fez com que ele fosse demitido e assim, Clay começou a procurar emprego em classificados, mas um dia, andando pelas ruas de São Francisco, ele viu que uma livraria 24 horas precisava de um atendente noturno. Assim, ele conhece o Mr. Penumbra, que é o dono da livraria; a livraria é um lugar não muito confortável, com um corredor pequeno, é pouco movimentada, porem, os poucos clientes que aparecem pegam apenas livros que são de uma categoria um tanto quanto esquisita; e o atendente tem que registrar as características físicas dos clientes quando eles aparecem. Além  desse atendimento um pouco estranho, Mr. Penumbra avisa que Clay não pode ler nenhum livro da estante.

Mas claro, sempre que dizem para não fazer tal coisa, todo ser humano sente uma vontade imensa de desobedecer aquela ordem, só porque ela foi dada. E Clay não é diferente, não segura seus impulsos e abre um livro do  acervo do Clube do Livro que está escrito em código. Curioso como é, ele embarca em uma aventura para desvendar aqueles códigos e descobrir mais sobre o misterioso dono da livraria 24 horas, com sua amiga  que trabalha no Google Kat e seu melhor amigo de infância. E é assim que embarcamos em um mistério cheio de segredos, e assuntos interessantes sobre livros e tecnologia.

 Há coisas estranhas e misteriosas acontecendo na Livraria 24 horas do Mr. Penumbra.

Oi gente, então, primeiramente, como alguns devem ter percebido, sim, este livro já tinha sido resenhado pela Márcia, mas, como a resenha dela foi muito negativa e quase todo mundo tinha gostado deste livro, ela resolveu me mandar para ver o que eu achava e...  acho que ela fez bem em ter feito isso, kk. Bom, em partes, eu até concordo com o que ela escreveu na resenha, o livro tem um ótimo enredo, que fluiu super bem até certo ponto da historia, mas, na metade dela, o autor começou a detalhar demais, o que me fez empacar um pouco durante a leitura.

O trabalho da Novo Conceito ficou simplesmente perfeito, sério, a capa ficou super linda — bem melhor que as dos outros países, e chama muita atenção, e a revisão também foi boa. Com personagens bem construídos, e envolventes e uma trama interessante, mas o final foi um pouco frustrante, A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra é um ótimo livro para ler quando não se está fazendo nada, é muito bom para dar umas risadas e até se emocionar um pouco.


Read more...

Lançamentos Novo Conceito: Maio


Boa noite! Sou Alyssa, tataraneta de Alice do País das Maravilhas. Hoje fiz uma visita a Editora Novo Conceito. A minha presença empolgou a todos da Editora e eles me autorizaram a divulgar os lançamentos de Maio. Confiram e curtam no skoob:

Read more...

Novidades Novo Conceito

terça-feira, 1 de abril de 2014


Olá! Meu nome é Alyssa Victoria Gardner. Sou filha de Alison, neta de Alícia, tataraneta de Alice Liddel, a garota que inspirou a Alice de Lewis Carroll. Coleciono insetos para silenciar seus sussurros e meu iPod é essencial pra tudo o que faço na vida. Ouço pensamento de plantas e animais. SIM! A insanidade faz parte da minha família há anos, mas... talvez nossas histórias não sejam tão fantasiosas assim...
Bem-vindo a minha vida. Bem-vindo ao verdadeiro País das Maravilhas!

Read more...

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados