Amigas para sempre - Kristin Hannah

sexta-feira, 28 de março de 2014

Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.
O que Tully mais queria quando era criança, era ser amada pela mãe. Até que aos dez anos de idade ela compreendeu que ela nunca seria prioridade na vida dela, e teve que se conformar. Sua sorte foi ter sua avó que sempre lhe dedicou amor e carinho, mas sempre houve aquele buraco em seu peito deixado pela mãe. Os constantes abandonos acabaram por transforma-la em um misto de fragilidade e determinação. Para se proteger, ela demonstrava uma ousadia acima do normal, e com isto acabava também chamando alguma atenção. Mas as coisa na vida de Tully só mudaram mesmo quando ela foi morar na Alameda dos Vagalumes. Aos quatorze anos ela se sentia uma estranha no mundo, até que conheceu Kate. Aquela que seria sua amiga por toda a vida.
Kate é uma tímida garota de 14 anos, que sente vergonha e pena de si mesmo. Uma garota comum, com aparelhos nos dentes, óculos, roupas sem estilo e uma mãe carinhosa, mas que controla rigorosamente cada passo que dá. Quando ela viu Tully pela primeira vez, tudo o que ela conseguiu pensar foi que queria ser tão linda e corajosa quanto a garota do outro lado da rua. E quase não conseguiu acreditar quando ela quis ser sua amiga. Assim nasceu a amizade de Tully e Kate, e assim Tully pode descobrir um pouquinho que fosse como era ter uma mãe. A senhora M. desde o inicio se apaixonou por Tully e ficou de coração partido com o que ela enxergou no fundo daquela jovem alma já muito sofrida e com todo o amor a acolheu. E foi a Sra. M. quem um dia disse para Tully:
- Fique de olhos abertos e faça a coisa certa. Vá para a faculdade. Mas você vai precisar ser forte, Tully Hart. E confiar nos seus amigos. (Pág.59)
Desde então Tully abraçou os seus sonhos e começou a correr para suas conquistas e junto levou Kate. Na faculdade, enquanto todos só falavam em festas e baladas, Tully só pensava em um jeito de avançar suas matérias e se tornar logo em uma jornalista. Sua determinação era tamanha que ela extrapolava o limite do bom senso, enquanto que Kate queria tudo no ritmo certo, sem atropelar nenhuma etapa. Mas sempre que elas precisavam, a outra estava pronta para segurar a barra, levar o equilíbrio e apoiar nos caminhos mais difíceis, ainda que para isto fosse necessária adiar os próprios planos. Pelo menos era assim para Kate, que para não decepcionar a amiga e a mãe, acaba trilhando caminhos opostos ao almejado, mas mesmo assim muito feliz.
“Tully se recostou no toco de árvore e olhou para o céu. Queria admitir que estava com medo e que, por mais solitária que tivesse se sentindo antes, ela agora sabia como era a verdadeira solidão. Mas não conseguiu dizer isso, nem mesmo para Kate. Pensamentos – até mesmo medos – são coisas feitas de ar e sem forma, até que os tornamos sólidos com a nossa voz. E depois que lhes damos esse peso, ele podem esmagar.” (Pág.82)
Eu amo esta autora. Qualquer coisa que ela escrever nesta vida eu irei ler. Este livro é um redemoinho de sentimentos. Raiva, frustração, medo, ressentimentos. Em alguns momentos fiquei com raiva da Tully por causa de seu egoísmo, mas também da Kate por causa de sua passividade. Mas quando elas se apoiavam... Não havia amizade mais honesta e sincera. Simplesmente sensacional e arrebatador. Kristin mais uma vez, nos afoga no mais puro amor, sincero e incondicional.

Hannah, Kristin. Amigas para sempre. São Paulo: Arqueiro, 2014.

1 Comentário:

marla 30 de março de 2014 15:30  

Ainda não li nenhum livro da autora, mas só leio comentários positivos.
Achei a trama de “Amigas para Sempre”, interessante e acredito que irei gostar de lê-lo.

*bye*

http://loucaporromances.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados