O cavaleiro de Bronze - Paullina Simons

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A Segunda Guerra Mundial ainda não havia alcançado a cidade de Leningrado, onde as duas irmãs Tatiana e Dasha Metanova viviam, dividindo um pequeno cômodo com seu irmão, seus pais e avós. Tudo muda quando as tropas de Hitler atacam a União Soviética e ameaçam invadir a grande, mas decadente, cidade. Fome, desespero e medo tomam conta de Leningrado, durante o terrível inverno no qual a cidade foi submetida ao cerco alemão. No entanto, a luz do amor é sempre capaz de iluminar a mais profunda escuridão. Tatiana conhece Alexander, um jovem e corajoso oficial do Exército Vermelho. O rapaz, forte, confiante e guardando um passado misterioso e problemático, e sente-se atraído por Tatiana — e ela por ele. O amor impossível de Tatiana e Alexander ameaça agora dividir a família Metanova. E que segredo é esse que se esconde no passado do soldado, tão devastador quanto a própria guerra?
Tatiana é uma jovem doce, nascida em uma família de operários comunistas. Vivem em um apartamento comunitário com seus avós, seus pais, seu irmão gêmeo Pavel e sua irmã mais velha Dasha. Quando sua mãe ficou grávida, o sonho da família era um menino e assim aconteceu. Mas junto também veio uma menina que não foi assim tão celebrada: Tatiana, que foi meio que “adotada” pela irmã mais velha. A vida em comunidade para aquela família era todos os dias muito trabalho e esforço. Nos  apartamentos comunitários as cozinhas e os banheiros eram divididos com outras famílias e a família Metanova possuía dois quartos: um para os avós e no outro quarto dormia Tatiana com Dasha na cama de casal, Pasha em uma cama no chão e os pais em outra. Era vinte e dois de junho de 1941 quando a Alemanha de Hitler invade a Rússia e inicia uma das guerras mais cruéis da história. Neste dia, os russos assustados começam a dar inicio a todos os esforços para se mantiver firmes àquela invasão. Por determinação de seu pai, seu irmão Pasha é enviado a um acampamento para rapazes para evitar uma convocação para a guerra e Tatiana é incumbida de ir a um armazém e comprar o máximo de suprimentos possível com as economias da família. No auge de sua inocência, Tatiana ainda não tem noção do quanto a sua vida e de sua família irá mudar a partir deste dia. Trajando o vestido que ela mais adorava, ela sai para cumprir as ordens do pai. Durante suas tentativas de realizar as compras ordenadas pelo pai, todos os armazéns já foram esvaziados, ela já sente os primeiros efeitos colaterais da guerra. Enquanto espera o ônibus em uma parada, ela percebe do outro lado da rua um jovem soldado a encará-la. Tímida e ao mesmo tempo atraída, ela permite uma aproximação. A partir deste dia ela conhece o homem, jovem soldado do exército russo que irá transformar a sua vida. Alexander é um soldado com um misterioso passado, mas com um grande senso de humanidade. Um homem que fará Tatiana se apaixonar perdidamente e que dividirá seu coração em pedaços difíceis de colar. Um amor capaz de fortalecer sua alma, mas que será uma prova a um coração massacrado pela guerra.
                     Em algum lugar, naquelas semanas, Tatiana perdera sua inocência. A inocência da honestidade fora embora para sempre, pois ela sabia que teria que viver no engano, a cada dia em verso e prosa, fechada entre as quatro paredes, na mesma cama, a cada noite quando seus pés tocassem os de Dasha, viveria no engano. Porque ela se apaixonou por ele. Mas o que Tatiana sentia por Alexander era verdadeiro. O que Tatiana sentia por Alexander era imune aos reclamos da consciência. (Pág.149)

Uma história surpreendentemente apaixonante. Li este livro com o coração apertado e aflito. Neste livro tive um vislumbre da guerra mais cruel que aconteceu na história, mas adoçado por uma linda história de amor. Eu nunca senti uma guerra tão próxima em minha vida. Pelas páginas do livro fui capaz de sentir fome, não sentir mais, de sofrer o medo das explosões, o desespero de não ter o que comer. Os apartamentos comunitários na Rússia de 1.941 eram piores do que cortiço, sem nenhuma privacidade. O que me faz pensar o quanto somos ricos. São épocas diferentes, mas que demonstram o quanto é necessário uma reflexão sobre as mudanças necessárias para sermos um mundo democrático. É um livro que me apaixonei, é claro que é cinco estrelas e favorito e estou rezando para a editora soltar logo a continuação.

Simons, Paulinna. O cavaleiro de bronze. Barueri, SP: Novo Século Editora, 2013







Comentários:

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados