Top Filme #27: O Hobbit: A Desolação de Smaug

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Atenção: a resenha pode conter spoilers do primeiro filme!!

Após iniciar sua jornada ao lado de um grupo de anões e de Gandalf, Bilbo Bolseiro segue em direção à Montanha Solitária, onde deverá ajudar seus companheiros de missão a retomar a Pedra de Arken, que fará com que Thorin obtenha o respeito de todos os anões e o apoio na luta para retomar seu reino. O problema é que o artefato está perdida em meio a um tesouro protegido pelo temido dragão dragão Smaug. Ao mesmo tempo, Gandalf investiga uma nova força sombria que surge na Terra Média.

 Em O Hobbit: A Desolação de Smaug, o segundo filme da série adaptada do livro O Hobbit, de J. R. R. Tolkien; temos a continuação da aventura dos treze anões, o Mago e o nosso querido hobbit, Bilbo, até Erebor. Com ameaças ainda mais perigosas.

Após serem recebidos por Beorn em sua casa, o grupo segue para a Floresta das Trevas. Porem, sem a ajuda de Gandalf, – que está investigando uma nova, e muito poderosa, força sombria que surge na Terra Média. Nesse segundo fime temos tambem a introdução de novos personagens que farão muita diferença no proximo filme.

Chegar até Erebor é realmente um desafio muito perigoso, mas que os aventureiros estão dispostos à enfrenta-lo – mesmo sendo caçados por Orcs, e aranhas, e Elfos da Floresta (é, muita coisa, eu sei). Mas nenhum desses perigos se comparam ao que está esperando os pequenos heróis na Montanha Solitária. Será que essa missão será bem sucedida?


Nesta sexta-feira, 13/12, foi a estreia de O Hobbit: A Desolação de Smaug, e eu, – como uma apaixonada pela história e louca pela Terra Média, que passou anos imaginando como seria tudo aquilo que eu li no livro; tive que conferir. O filme começou com um prelúdio, mostrando como surgiu a ideia para essa missão, o que na minha opinião, deve ter confundido algumas cabecinhas que não conhecem bem a história.

Com muitas lutas, o segundo filme teve mais ação que o primeiro, e com ótimos efeitos especiais, – como eu assisti em 3D, teve uma emoção à mais, rs. Gostei muito, pois mesmo sendo longo, uns 161 minutos, o filme ficou rico em detalhes, e bastante fiel ao livro. Esperei anos para ver aquilo, faltei perder o ar com algumas cenas, kk.

O final do enredo me deixou com aquele gostinho de quero mais, e quero agora. Sério, não acredito que vou ter que esperar até o próximo ano para ver a conclusão do filme. Ainda estou em estase, e tentando digerir o filme. Então, se você gosta do gênero, gosta do livro, ou está apenas curioso, não perca tempo, sério, corre pro cinema e assista esse filme M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O.


Título original: The Hobbit - The Desolation of Smaug 
Roteiro: Fran Walsh, Guillermo del Toro, J.R.R. Tolkien, Peter Jackson, Philippa Boyens 
Direção: Peter Jackson

1 Comentário:

Ana M. Vasconcelos 17 de dezembro de 2013 14:17  

Olá Márcia!
Adorei sua resenha do filme!
Infelizmente não me interesso pelos filmes dele, pois nem o Senhor dos Anéis consegui assisti ainda... Sempre durmo! rs.
Beijos,
Ana M.
http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados