O visconde que me amava - Julia Quinn

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Quinn, Julia
             O visconde que me amava / Julia Quinn. São Paulo, Arqueiro: 2013.

“Porque aquela centelha – tão evidentemente ausente em relação à irmã dela, com quem ele pretendia se casar – com Kate crepitava e ardia com tanta força que parecia ter o poder de iluminar o cômodo e deixa-lo claro como o dia.
E nada podia assustá-lo mais.”(Pág.99)

Anthony é o visconde Bridgerton, irmão mais velho de oito irmãos, e ajudou a mãe a criá-los. Para Anthony foi muito traumatizante perder o pai aos dezoito anos de idade, e, portanto ele jurou nunca se apaixonar para não sofrer ao partir, certo de que seu destino será igual ao do pai. Teve todas as mulheres que desejou sem se entregar verdadeiramente a nenhuma. Até que ele reavaliou sua vida e resolveu se casar. Aliás, este é o mair desejo de sua mãe, que após casar a filha Daphne, ainda fazia de tudo para realizar o sonho de casar todos os seus filhos que já se encontram nesta idade. Mas Anthony não queria mais uma cabeça vazia e sem conteúdo, já que ele deseja se casar para constituir uma família e para ter filhos, a mãe tinha que ser bonita e inteligente. É com base nesta concepção que Anthony escolhe Edwina, a mais bela debutante da temporada. Além de belíssima, ela possui todos os outros predicados exigidos por Anthony: é inteligente e cordata. Porém Edwina tem uma irmã, a Kate. E somente se casará com o pretendente que ela aprovar.
Kate é a meia-irmã de Edwina. Seu pai se casou com Mary pouco depois de ficar viúvo com uma filha pequena. Mary, além do amor pelo marido, abraçou sua filha como sua e nunca houve distinção. E tudo o que ela pudesse fazer pela felicidade das duas, ela se esforçava. Este carinho era totalmente retribuído por Kate, que amava a madrasta e a irmã e faria de tudo para defender a sua felicidade. E tudo o que ela não queria era que Edwina se casasse com Anthony Bridgerton, o maior libertino de Londres. E Kate não esconde isto do candidato a marido. Sua franqueza e honestidade, ao mesmo tempo que o desconcertava, também o fascinava. Mas Kate, apesar de mexer tanto com o seu sangue, além de não possuir os quesitos que ele desejava para esposa, possuía um que para ele estava totalmente descartado: Ela era uma mulher que ele poderia facilmente se apaixonar, e isto ele não desejava.
                                               ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Mais um adorável romance histórico com todos os ingredientes que desejamos: intrigas, fofocas e muito romance. Adorei a história de Anthony e Kate. Eles são como cão e gato e nos mata de rir. É hilário cada encontro deles, as situações inusitadas em que cada encontro se transforma. Kate é uma mulher determinada e irmã feroz. Tem enormes dificuldades de se manter calada e fala tudo o que pensa, o que a coloca em muitas situações delicadas. Adorei!


1 Comentário:

Erika Marinho 16 de outubro de 2013 08:52  

Esse livro parece ser muito bom, quero lê-lo em breve.
Amei o blog, te seguindo, retribui?

Bjus
http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados