As violetas de março - Sarah Jio

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Jio, Sarah
        As violetas de março / Sarah Jio. Ribeirão Preto, SP: Novo Conceito Editora, 2013.

“Bainbridge Island jamais conseguiu esconder sua glória, mesmo sob a escuridão.” (Pág. 27).

Emily é uma escritora que há oito anos não consegue escrever um livro. O único que publicou até o momento foi um grande sucesso, mas desde então ela não escreveu mais nada. E as coisas se complicam mais ainda quando seu marido Joel a deixa pra ficar com outra mulher. Tudo o que ela investiu na vida se desfez em questão de horas. Sua melhor amiga Annabelle fica preocupada, pois assistir sua melhor amiga passar por estas crises sem derramar uma única lágrima a deixa transtornada. Por sugestão da amiga, Emily resolve fazer uma viagem. Ela então se lembra de Bainbridge Island, a ilha de sua infância e adolescência. Onde ela passou quase todos os verões de sua vida, e de sua tia Bee. Como ela pode ter abandonado a tia assim? Nunca mais voltou ou ligou para saber como ela estava. Em busca de respostas sobre si mesmo e sobre sua vida, Emily resolve passar todo o mês de março na ilha. Ah! Como ela pode ter se esquecido dos momentos felizes que ali viveu? Um pouco antes de a balsa atracar, ela conhece Henry, um vizinho da tia, um senhor de uns 80 anos. E ela fica intrigada quando a tia simplesmente o ignora. Logo que chega à casa da tia ela já se sente emcasa. Tudo o que ela precisa para encontrar a si mesmo, é o colo e o carinho de Bee. No seu segundo dia, Emily encontra no criado do seu quarto, um diário escrito por uma pessoa de 1.940. Ela não resiste à leitura, mas algo lhe diz que não seria adequado questionar a tia sobre o mesmo. Ela então questiona Evelyn, a melhor amiga da tia e por quem ela se encanta com tão sublime amizade. Evelyn então aconselha a ler o diário, mas sem comentar nada, até que chegasse o momento correto.
Durante sua estadia, ela reencontra seu ex-namorado da adolescência, Greg e conhece Jack, que foi apresentado por Henry. Estranhamente Bee não aprovava estas novas amizades, o que só fez aumentar a curiosidade de Emily.  Totalmente arrebatada pela leitura do diário e intrigada pelos segredos que envolvem a vida de sua tia e seus vizinhos, Emily vai passando os seus dias na ilha, em busca de respostas e dividida entre um novo amor e o seu passado.
                        ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Eu adorei este livro. Ele nos leva a vários personagens e seus dramas. Através de Emily você presencia sua dor e seu sofrimento para resgatar a si mesmo. Se levantar após um divórcio, e se recuperar de sua total ausência de inspiração para voltar a ser a escritora a qual ela leva o título. Fazer por merecer todo o prestígio de sua carreira. E também é através de Emily que um grande segredo do passado é desvendado e que nos transborda o coração. Uma bela história que vale a pena conferir.

2 Comentários:

Erika Marinho 25 de outubro de 2013 09:54  

Quero muito ler esse livro, parece ser muito lindo!!!!!

Bjus
http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

Gladys Sena 29 de outubro de 2013 16:17  

Ainda não conheço a escrita da Sarah, mas estou bem curiosa!

Bjo!

Te espero lá no meu cantinho, =D

http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Enquanto isso no skoob

Posts Recentes

  © TESOURO LITERÁRIO - Todos os Direitos Reservados